- Publicidade -

Ponte de Sor | Município toma medidas para “preservar o papel social” da escola

Com a suspensão das atividades letivas o Município de Ponte de Sor, em articulação com o Agrupamento de Escolas, tomou várias medidas para “reforçar e preservar o papel social que a escola desenvolve na comunidade”, informou a Câmara Municipal.

- Publicidade -

A autarquia pretende “assegurar que a pandemia não destrói a igualdade de oportunidades entre todos os alunos da (…) comunidade educativa”.

Assim, iniciaram-se as seguintes medidas:

- Publicidade -

Escolas de Acolhimento, na sede de concelho e descentralizadas em função das necessidades, para os filhos dos profissionais dos serviços essenciais;
Refeições Take Away para os alunos beneficiários da ação social escolar;
Foram enviadas as senhas de acesso à Plataforma + Mais Sucesso Escolar, ferramenta lúdica e pedagógica desenvolvida pelo Município;
Linhas telefónicas de Apoio Psicossocial.

Segundo a nota informativa a Câmara “continua a articular, com o Agrupamento de Escolas, todas as respostas que se revelem necessárias e urgentes para amortecer os impactos da pandemia”

Garante estar preparada para “assegurar condições de aprendizagem e apoio em qualquer cenário futuro que se venha a determinar, como a disponibilização de material informático a todos os alunos que dele necessitem, como computadores, pen de internet ou a disponibilização da Linha de Apoio ao Ensino à Distância, quando e se vier a ser necessário”.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).