Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ponte de Sor | Festival Sete Sóis Sete Luas com concertos até 6 de setembro

O Festival Sete Sóis Sete Luas, uma rede cultural de 30 cidades de 13 países que privilegia relações vivas e diretas com os pequenos centros e os artistas, está a celebrar a sua XXIX edição e tem espetáculos agendados até 6 de setembro no concelho de Ponte de Sor.

- Publicidade -

Depois do concerto do 7Sóis Med Orkestra, do espetáculo de circo da companhia espanhola L’Avalot Teatre, e da atuação dos Arab Jewih 7Luas Ensemble e da Young Orkestra das Cidades, o festival foi retomado no sábado, 4 de setembro, com a atuação do projeto ‘Maio 7Luas Band’, de Cabo Verde, no jardim do Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor.

Este domingo, dia 5 de setembro, o Sete Sóis Sete Luas vai estar em Vale de Açor, no recinto de festas da localidade, com concerto do projeto Maio 7Luas Band. O repertório do grupo aposta em temas criados por compositores da Ilha de Cabo Verde, tornando-se, assim, uma verdadeira ligação à tradição musical africana.

- Publicidade -

O último espetáculo está agendado para 6 de setembro em Galveias, no Largo do Terreiro, às 19:00, com o concerto do Med Arab 7Sóis Ensemble, a nova produção original multifacetada do Festival Sete Sóis Sete Luas.

O Festival Sete Sóis Sete Luas está a celebrar a sua XXIX edição e tem espetáculos agendados até setembro em Ponte de Sor. Foto: DR

O Festival Sete Sóis Sete Luas, que se realiza em 30 cidades de 13 países lusófonos e do Mediterrâneo, volta a animar o concelho de Ponte de Sor com mais de uma dezena de espetáculos, desde junho e até ao próximo dia 06 de setembro.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome