- Publicidade -

Sexta-feira, Dezembro 3, 2021
- Publicidade -

Ponte de Sor | Festival Música Júnior de 27 de julho a 04 de agosto

Após sete anos, o Festival Música Júnior apresenta pela primeira vez em Ponte de Sor, uma novidade geográfica ao se realizar numa localidade diferente de Montalegre, município que sempre acolheu esta iniciativa.

- Publicidade -

Este ano, o estágio de verão desloca-se para a região do Alto Alentejo e assenta arraiais na cidade de Ponte de Sor.

A sua VIII edição realiza-se de 27 de julho a 4 de agosto, sendo atualmente a iniciativa artístico-pedagógica mais referenciada no meio musical português, assumindo um papel incontornável na formação de jovens estudantes de música fora do contexto escolar.

- Publicidade -

Vocacionado para uma faixa etária entre os 8 e os 24 anos de idade, o estágio de verão do Festival Música Júnior irá acolher cerca de 300 estudantes oriundos de Portugal, Espanha, França, Bélgica, Moçambique e outras nacionalidades que ao longo de 9 dias estarão em intensa atividade musical, acompanhados por um coletivo de 34 professores e 3 maestros. Os alunos serão recebidos na Escola Secundária de Ponte de Sor.

Os participantes irão integrar o Coro, Big Band, Orquestra Juvenil ou a Orquestra Sinfónica e terão a oportunidade de frequentar os Workshops e as MasterClasses que estão organizadas.

DIREÇÃO MUSICAL:

BORJA QUINTAS Orquestras
JOSÉ MENEZES Big Band
ANTÓNIA SERRA Coro

CONCERTOS FINAIS:

Datas: 27 julho a 04 agosto
Local: Ponte de Sor
Concertos Finais Festival Música Júnior
Ponte de Sor | 03 agosto | 21h30 – no anfiteatro da Zona Ribeirinha
Lisboa – Aula Magna | 04 agosto | 18h00

 

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome