Ponte de Sor | Eléctrico FC apresentou plantel de futsal em cenário exótico

Ambiente exótico do palmeiral do Complexo Desportivo de Ponte de Sor.

O Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor recebeu no final da tarde de sexta-feira, dia 11 de setembro, uma Conferência de Imprensa, destinada a apresentar os anseios e motivações da única equipa  do Eléctrico Futebol Clube a militar no escalão máximo da sua modalidade: o futsal.

PUB

A equipa orientada por Kitó Ferreira vai iniciar a sua terceira época consecutiva na “melhor Liga do mundo”, a Liga Placard.

Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor.

Na mesa onde decorreram os trabalhos podia ver-se o Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Ponte de Sor, Engº Rogério Alves, o recém eleito presidente do Clube, Vitor Martins, o presidente da União de Freguesias de Ponte de Sor, Tramaga e Vale de Açor, José Manuel dos Santos, um dos responsáveis pelo futsal no Clube, Francisco Aragonês, par do treinador Kitó Ferreira.

PUB
Conferência de Imprensa.

Após as boas vindas e os agradecimentos usou da palavra Francisco Aragonês para fazer um histórico da modalidade no Clube que começou com a “geração de 81 e amigos” e hoje, com muita responsabilidade e profissionalismo, milita, pelo terceiro ano, na Liga Placard.

O dirigente reforçou a confiança no grupo de trabalho e mostrou ambição apelando à “Alma Eléctrico”.

PUB
Kitó Ferreira, treinador do Futsal do Eléctrico Futebol Clube,

Depois falou Kitó Ferreira, um treinador cada vez mais identificado com o clube e a cidade.

Dirigiu-se aos atletas exigindo respeito pelo clube e elevado grau de responsabilidade: “fazer crescer o Clube, apelando à Alma Eléctrico, estando e servindo todos”, comprometeu-se na ocasião, tendo assegurado ainda muito trabalho e elevado profissionalismo num ano de grande desafio para um clube cada vez com maior potencial.

Apresentou de seguida um vídeo promocional que agradou à plateia sendo disso prova os fortes aplausos que se ouviram.

O presidente da União de Freguesias de Ponte de Sor, Tramaga e Vale de Açor, José Manuel dos Santos, mostrou contentamento pelas conquista do Eléctrico e reiterou o apoio dentro das limitações da própria União de Freguesias.

Autarcas presentes na Conferência de Imprensa

Rogério Alves, Vereador com o pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Ponte de Sor e antigo atleta do Eléctrico, usou da palavra para, de forma emotiva, falar da sensação de envergar o equipamento, de barco ao peito (símbolo do clube), e reforçar a ideia de coesão para a cidade e a região, onde o desporto e a sua função social e formativa têm papel central. Reforçou a vontade da Câmara em estar com o Clube, apoiando dentro do possível.

Vitor Martins, presidente do Eléctrico Futebol Clube.

Encerrou a conferência o recém-eleito presidente do Eléctrico, Vitor Martins, parco em palavras: “Sou mais de trabalhar do que falar…”, notou, tendo agradecido os apoios institucionais e ao novo patrocinador, Francisco Gil (FGil Automóveis) cujo contrato de “naming” foi fechado há poucos dias.

Anunciou a apresentação do grupo de trabalho do futsal para o espaço junto ao Estádio conhecido como Zona das Palmeiras e terminou com a expressão mais ouvida durante o dia: “Alma Eléctrico”.

Plantel do Futsal do Eléctrico da Ponte de Sor para a época 2020/2021.

Cerca das 18 horas, após ter sido cantado o Hino Oficial do Clube, com letra de Santana-Maia Leonardo e música de Luís Bonito, começou o desfile dos atletas e equipa técnica no exótico cenário do palmeiral com algumas dezenas de adeptos, respeitando as regras, a darem o seu incondicional apoio, alguns trajando a rigor com o “verde e branco” nas camisolas e cascóis.

Um a um foram sendo chamados os pupilos de Kitó Ferreira e colaboradores: técnicos de “scouting”, de equipamentos, adjuntos, enfermeira e terapeuta. O jogadores envergaram os vários equipamentos a utilizar na próxima época onde salta à vista o logotípo do patrocinador, FGil Automóveis.

Compõem o plantel comandado por Kitó Ferreira, codjuvado por Jorge Pessoa, Rui Farinha e Nuno Silva os seguintes atletas:

Guarda redes:
Diogo Mateus (Equipa B), André Correia (ex SLBenfica) e Diogo Basílio.

Fixos:
Dudu (ex Pato Futsal), Renan Fuzo e Bruno Graça.

Alas:
Célio Coque (ex SLBenfica), Paulinho (ex Futsal Azeméis), Telmo Lourenço (sub-20), Filipe Pereiro, Costelinha (ex Jaraguá Futsal), Rodriguinho, Henrique Vicente e Miguel Pegacha.

Pivots:
Robério (ex Pato Futsal) e Milton Dias.

A maioria dos jogadores são de nacionalidade portuguesa (onze), quatro brasileiros e um catari nascido no Brasil, compõem um plantel com uma média de idade de 23 anos , sendo Rodriguinho o mais velho com 33 anos e Telmo Lourenço o mais novo com 17 anos. O peso médio é de 69 Kg num plantel com uma altura média de 172 cm.

Com a noite a cair dando uma cor dourada ao verde do palmeiral ainda houve tempo para os “capitães” Renan Fuzo e Diogo Basílio apelarem ao apoio dos sócios na campanha que se aproxima. Encerrou a cerimónia o treinador Kitó Ferreira e tempo para as fotografias da praxe…

A Liga Placard regressa a 3 de outubro e o Eléctrico arranca a época desportiva em casa perante o Clube Recreativo de Candoso, de Guimarães. Na 2ª jornada a equipa orientada por Kitó Ferreira desloca-se ao pavilhão dos Leões de Porto Salvo, para receber de seguida o Viseu 2001, ou seja, três jogos no espaço de uma semana.

*Com David Belém Pereira (multimédia).

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here