- Publicidade -
Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Ponte de Sor | Albufeira de Montargil distinguida com o prémio Cinco Estrelas Regiões

A Albufeira de Montargil, em Ponte de Sor, foi distinguida com o prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria de reservas, paisagens e barragens. Esta Albufeira recebeu a distinção pelo segundo ano consecutivo.

- Publicidade -

O prémio Cinco Estrelas Regiões é um sistema de avaliação que identifica, através de um inquérito nacional, o melhor que existe em cada uma das vinte regiões do Continente e Arquipélagos ao nível de recursos naturais, património, arte, cultura e gastronomia. Mede o grau de satisfação que produtos, serviços e marcas de origem portuguesa conferem aos seus utilizadores, tendo como critérios de avaliação as 5 principais variáveis que influenciam a decisão de compra dos consumidores. Desta forma, a organização pretende dar visibilidade a estas marcas, que pela sua tipologia se caracterizam por oferecer um serviço de grande proximidade.

Assim, os vencedores do Prémio Cinco Estrelas Regiões beneficiam de um plano de comunicação, implementado pela organização do Prémio, que inclui TV, imprensa, rádio, digital e ações personalizadas.

- Publicidade -

As marcas vencedoras podem usar o logo “Prémio Cinco Estrelas Regiões” em todas as suas peças de comunicação durante o ano em que são vencedoras.

A Albufeira de Montargil é um espelho de água de beleza natural ímpar, enquadrado no montado alentejano. A construção da Barragem resultou da necessidade de encontrar uma solução para irrigar o vale e produzir eletricidade, mas atualmente destaca-se ainda pelas ótimas condições para a prática de desportos náuticos, desde a vela ao Wakeboard, passando pela canoagem ao jet-ski. É servida por hotelaria de excelência, parque de campismo e turismo rural. É ainda um local referenciado para a observação de aves.

Albufeira de Montargil, Ponte de Sor. Prémio Cinco Estrelas Regiões
- Publicidade -

O objetivo do concurso passa por “dar voz às populações de forma a identificar o que de melhor existe em Portugal. Através de um inquérito nacional” – estudo de mercado massificado junto de uma amostra representativa da população portuguesa de 222.900 indivíduos.

São identificados os ícones nacionais “mais relevantes para os portugueses, ao nível de elementos culturais, recursos naturais, monumentos e património, aldeias/vilas e cidades, gastronomia e produtos naturais e típicos do nosso País. Por outro lado, as empresas podem candidatar as suas marcas, produtos e serviços, submetendo-os a uma avaliação através de uma metodologia completa e rigorosa”.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome