Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ponte de Sor | Air Summit mostra como o “interior pode contribuir para desenvolvimento do País” – Ministro (C/ÁUDIO)

O ministro das Infraestruturas afirmou esta quarta-feira que Ponte de Sor já provou que o interior tem capacidade para contribuir para o desenvolvimento de Portugal. Pedro Nuno Santos falava na sessão de abertura da quinta edição do Portugal Air Summit que decorre até domingo naquela cidade do Alto Alentejo.

- Publicidade -

Na abertura daquela que se afirma a maior cimeira aeronáutica da Península Ibérica, que decorre até domingo no aeródromo municipal de Ponte de Sor, Pedro Nuno Santos salientou a dimensão do evento “sobre um setor critico para o mundo e para Portugal”.

“Se há meio de transporte que permitiu e permite unir os povos é a aviação. Mais nenhum outro tem a capacidade de tão rapidamente aproximar povos de qualquer parte do planeta”, disse, sendo na perspetiva do ministro a mais valia da aviação “tornar o planeta, em termos de distância, mais pequeno”.

- Publicidade -

Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, na cimeira Portugal Air Summit. Créditos: mediotejo.net

Para discutir aviação e aeronáutica, Ponte de Sor concebeu e desenvolveu o Portugal Air Summit, dedicado a um setor que pode ser, segundo Pedro Nuno Santos, “importante para o desenvolvimento do território e das nações. Precisa de todo o carinho e apoio, público e privado, para ser dinamizado. Se todos ambicionamos viver num país melhor temos de ter setores mais avançados tecnologicamente” e “a aviação é um dos setores de ponta, no mundo. Se quisermos que Portugal seja um país mais desenvolvido precisamos de ter setores como o da aviação”.

Tendo destacado “o cluster que temos nesta região do País”, o ministro fez notar a sua “dimensão nacional” num país que, durante décadas “pareceu ter desistido do interior de Portugal e ter achado que o seu desenvolvimento se fazia numa estreita faixa do litoral, entre Setúbal e Braga. Conseguimos mostrar em Ponte de Sor que o interior de Portugal tem a capacidade de fazer parte do desenvolvimento nacional e contribuir para o desenvolvimento nacional”, vincou.

Acrescentou que o setor aeronáutico “pode dar um contributo não só ao desenvolvimento de todo o território mas em particular ao interior de Portugal”.

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas marcou presença em Ponte de Sor na abertura do Air Summit. Foto: mediotejo.net

ÁUDIO | PEDRO NUNO SANTOS, MINISTRO DAS INFRAESTRUTURAS:

A sessão de abertura contou igualmente com a presença do ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, que iniciou a sua intervenção afirmando que o Portugal Air Summit “é um evento de excelência e da maior relevância para o nosso país e para o Alentejo, que demonstra, mais uma vez, a sua posição estratégica no desenvolvimento nacional”.

João Gomes Cravinho, ministro da Defesa Nacional. Foto: mediotejo.net

ÁUDIO | JOÃO CRAVINHO, MINISTRO DA DEFESA NACIONAL:

Cravinho referiu “o espírito vibrante” do Portugal Air Summit representa também “o dinamismo do setor aeronáutico, do Espaço e da Defesa, e da importância destes setores para o desenvolvimento social e económico”, felicitando a organização por ter conseguido que a cimeira se tenha consolidado sendo atualmente um evento “incontornável” e um ponto de encontro “dos stakeholders e das personalidades mais relevantes deste setor”. O certame representa ainda “um sinal de esperança” na recuperação do setor aeronáutico após a experiência da pandemia.

 

O anfitrião, Hugo Hilário, presidente da Câmara de Ponte de Sor, começou por dizer que o Portugal Air Summit resulta de “vários ciclos de investimento”, destacando a “evolução notável e reconhecida por todos”. Uma “simples ideia” transformou-se “subitamente num caso de sucesso internacional”, acrescentou o autarca, tendo feito notar que estimula e impulsiona o crescimento deste setor em Portugal. A cimeira terá também “a urgente e necessária oportunidade para discussão da retoma do setor”, afirmou.

O presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sor, Hugo Hilário, durante a sessão de abertura do Portugal Air Summit 2021. Créditos: mediotejo.net

ÁUDIO | HUGO HILÁRIO, PRESIDENTE CM PONTE DE SOR:

Sob o tema central “Flying for a New Start”, a quinta edição do Portugal Air Summit, decorre num formato híbrido mas volta a contar com a presença do público. Lembre-se que o ano passado a audiência do evento esteve patente em 60 países diferentes.

A cimeira decorrerá durante 5 dias, sendo os primeiros três dias maioritariamente focados nas conferências e no networking, como tal, num público mais profissional, seguidos de dois dias mais lúdicos com apresentação de Airshows, uma passagem de 2 F16, entre outras surpresas.

Face ao seu formato híbrido, tem lugar em dois estúdios, onde decorrem cerca de 50 conferências e participam mais de 200 oradores. Engloba ainda uma exposição empresarial e espetáculos aéreos.

Fotogaleria: Jorge Santiago e David Belém Pereira

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome