- Publicidade -

Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Ponte de Sor | Aeródromo vai ser ampliado com investimento de 9 milhões de euros, avança Hugo Hilário

O Centro de Negócios do Aeródromo Municipal de Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, vai ser ampliado num investimento de nove milhões de euros, devendo criar mais de 300 postos de trabalho, foi esta quinta-feira anunciado, no primeiro dia da Portugal Air Summit, evento que decorre até domingo naquela cidade do norte alentejano.

- Publicidade -

“As obras vão contemplar a construção da torre de informação de voo, dois hangares de dimensão semelhante aos que já existem hoje no aeródromo e um hangar com capacidade para manutenção de aeronaves de grande porte, para a aviação civil, militar ou comercial”, disse o presidente da Câmara Municipal, Hugo Hilário.

O autarca, que falava aos jornalistas à margem da sessão de abertura da terceira edição da cimeira aeronáutica, que vai decorrer no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor até domingo, acrescentou que as obras de ampliação arrancam ainda este ano e deverão estar concluídas “no final de 2020”.

- Publicidade -

“Esperamos que o aeródromo esteja capacitado para a criação de pelo menos mais 300 postos de trabalho”, acrescentou.

Portugal Air Summit 2019, em Ponte de Sor. O ministro do Planeamento Nelson de Souza e o presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sor, Hugo Hilário.. Créditos: mediotejo.net

Este projeto de ampliação do Centro de Negócios do Aeródromo Municipal de Ponte de Sor conta com um investimento de nove milhões de euros, comparticipados em 85% pelo programa comunitário Portugal 2020.

Hugo Hilário disse que esta cimeira aeronáutica é uma “consequência” da “necessidade” de promover o aeródromo, para atrair investimento.

“Portugal Air Summit é uma cimeira muito importante para nós, mas não é mais do que uma ferramenta que nós também utilizamos para continuar a ser cada vez melhor para atrair investimento”, disse.

Portugal Air Summit 2019, em Ponte de Sor. Créditos: mediotejo.net

Lembrou que o aeródromo, com uma pista com cerca de 1800 metros, “tem uma localização central no território nacional, com um espaço aéreo livre de obstáculos e sem restrições e constitui uma mais valia potenciando a sua utilização como polo de formação de pessoal de voo e destino para a fixação de empresas do cluster aeronáutico português”disse salientando “as condições da pista, as infraestruturas existentes bem como o terreno para futuras construções potenciaram, potenciam e continuarão a potenciar a oportunidade de investimento nomeadamente de natureza empresarial”.

Entre as várias empresas instaladas no aeródromo, Hugo Hilário destacou a intenção de “criar o Centro Europeu de Treino da empresa L3” em Ponte de Sor, o que permitirá “atingir em dois anos o número próximo de um milhar de cadetes a formar”. O aeródromo conta hoje com cerca de 400 alunos em formação “com parceiras como por exemplo a Air France, a EasyJet, a Ryanair ou a TAP” disse indicando também que a empresa Tekever, também em Ponte de Sor, “venceu o contrato da Agência Marítima Europeia no valor de 67 milhões de euros”, uma empresa “fortemente internacionalizada” notou referindo ainda outras dinâmicas.

Recorde-se que, atualmente, o aeródromo municipal de Ponte de Sor conta seis entidades sediadas: a Autoridade Nacional de Proteção Civil; a Escola de Treino e Formação GAIR Group; o Grupo Tekever de produção de aeronaves não tripuladas; o Heli Avionics, Lab de manutenção de reparação de componentes aviónicos; a Fly Tech de manutenção de ultraleves; e o Aero Club de Portugal com instrução de voo de planadores.

Hugo Hilário referiu, também por isso, os postos de trabalho criados no aeródromo, na sua afirmação como “âncora do cluster aeronáutico português” que “tem mudado a realidade do concelho quando há 6 anos havia uma taxa de desemprego de 25% e agora são 300 os desempregados”, necessitando o concelho de mão de obra qualificada.

Dentro da Portugal Air Summit – que decorre no aeródromo de Ponte de Sor – a NASA e da ESA (Agência Espacial Europeia) irão organizar as suas próprias conferências, assim como a LusoAvia, que reúne a indústria de todos os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa num único fórum.

Portugal Air Summit 2019, em Ponte de Sor. O presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sor, Hugo Hilário.. Créditos: mediotejo.net

Durante a sua intervenção na abertura da cimeira, o autarca agradeceu àqueles que acreditaram “no projeto desde a primeira hora”, incluindo o ministro do Planeamento, Nelson de Souza.

Este ano, a cimeira terá enfoque nas capacidades humanas, mercado de trabalho e formação avançada, incluindo conferências, apresentações, exposição, ‘workshops’ e ‘showcases’, bem como um espaço de ‘networking’ (partilha de conhecimento) e uma sala de reuniões exclusiva para empresas e grupos temáticos.

O Portugal Air Summit decorre até domingo, dia 2 de junho, é promovido pelo município em parceria com a TheRace.

Com Agência Lusa

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome