Pereiro/Mação: Como 150 mil flores dão vida a uma pequena aldeia (c/vídeo)

“Aldeia viva”, assim se carateriza a aldeia de Pereiro, no concelho de Mação, localidade que carrega aos ombros a responsabilidade de enfeitar todos os verões as suas ruas para receber milhares de visitantes. Reconhecida como Capital das Ruas Enfeitadas, todos os anos, no fim de semana que antecede o último domingo do mês de agosto, lança os seus festejos tradicionais com direito a bailarico, convívio entre moradores e petiscada. Este ano não é exceção. Como tal, fomos espreitar as novidades da edição de 2016. Embarque connosco, nesta viagem, pelas ruas floridas do Pereiro de Mação, edição que decorre até este domingo. 

PUB

Estávamos em 2013 quando foi registada a marca. Pereiro tornava-se oficialmente a Capital das Ruas Enfeitadas, pela mão da Associação Desportiva e Cultural do Pereiro. Aqui a projeção nacional foi enorme, levando a que milhares de ‘forasteiros’ – como dizem os habitantes da pequena aldeia – lá se deslocassem na altura do certame.

Aqueles que eram os tradicionais festejos em honra da padroeira, Nossa Senhora da Saúde, começaram a ganhar outros contornos. Aliás… Ganharam flores. As ruas do Pereiro passaram a ser ornamentadas pela população, no âmbito das cerimónias religiosas algures na década de 40 do século XX.

PUB

A tradição começa por enfeitar as ruas com arcos e bandeiras, até que, anos mais tarde, começam a surgir as ornamentações com flores de papel.

“Uma forma de assinalar a passagem da procissão da padroeira”, momento em que todos os moradores enfeitavam as suas portas e fachadas.

Com algumas ameaças da chuva em pleno mês de agosto, eis que se introduzem as flores de plástico. Mais duradouras, com outro tipo de maleabilidade. E com todas as cores possíveis e imaginárias. E já que as decorações duravam mais tempo… Os festejos também podiam seguir.

Aqui, o segredo é a boa-vontade e a criatividade dos poucos habitantes, já de certa idade, que desejam continuar a alegrar a vista de quem os visita.

PUB

“Trata-se de uma tarefa que exige um trabalho laborioso praticado ao longo do ano por parte de muita gente que sente orgulho na sua aldeia e luta para que ela permaneça uma “aldeia viva”, palavras de António Maia, vice-presidente da Associação Desportiva e Cultural do Pereiro.

Nuno Neto, presidente da mesma Associação, responsável pela organização do evento, acredita que “o grande evento que a Associação desenvolve são os seus festejos e as Ruas Enfeitadas”. Para o responsável este é o momento que exige aos habitantes “muito trabalho, muita dedicação”.

A vontade da associação é continuar a desenvolver este seu “projeto”, que orgulha “e dá vida a esta terra”.

As festas da aldeia acontecem de 26 a 28 de agosto, com animação musical de Graciano Ricardo, Miguel Azevedo, os Dj’s Kid Kat e Free MAM’S e ainda uma apresentação de danças de salão.

Agora, acompanhe a nossa linha de pensamento: vai mais cedo, ao fim da tarde, visita as ruas e deixa-se deslumbrar com as cores e feitios das ornamentações. Entretanto, chega a hora de jantar… E eis que têm a oportunidade de petiscar no recinto das festas! Mais tarde, para ajudar a fazer a digestão, porque não um “pézinho” de dança?

Como vê, motivos não lhe faltam para visitar até este domingo esta aldeia do concelho de Mação, sendo que as cerimónias religiosas decorrem ao final da tarde, com missa às 17:00 e a procissão a decorrer às 18:00. Quer melhor programa em família? Vá, conheça e divirta-se.

Um conselho: não deixe a câmara fotográfica em casa.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here