Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Passe pela Biblioteca | “Persianas”, de Miguel-Manso

Convidámos os responsáveis das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço todas as segundas-feiras, de forma alternada. Persianas, do escritor Miguel-Manso, é o livro sugerido esta semana por Ana Sofia Marçal, da Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, na Sertã.

- Publicidade -

Passe pela biblioteca… e boas leituras!

“Miguel-Manso tão depressa se passeia nas proximidades do sublime como se afasta da noção faustosa de ‘literatura’. Ele quer, confessa, uma poesia para a qual se vai a pé. Uma poesia ‘beat’, capaz de citar clássicos quinhentistas e de dedicar odes à nicotina. Uma poesia sem distâncias, acrobática mas demótica, à Assis Pacheco. Não é um facto assim tão comum, um poeta com vocação de poeta.” (Pedro Mexia, Público)

- Publicidade -

Miguel-Manso é considerado um dos mais talentosos poetas da sua geração. Com Persianas estreia-se nas edições da Tinta da China.

A obra está organizada em três grandes momentos: Campéstico, Paisagens e Interiores; Persianas; Da Cegueira dos Pintores, que nos levam frequentemente às ruas do concelho da Sertã, onde o poeta atualmente reside. Os campos a céu aberto, a paz, o sossego, a luz, …, memórias que se complementam com recurso às numerosas epígrafes que inclui (Álvaro Lapa, Bíblia, Catarina Barros, Daniel Faria, Herberto Helder, João Barrento, João Vário, José Tolentino Mendonça, Leonard Cohen, Omar Khayyām, Rumi…).

Recorrendo às palavras de Nuno Camarneiro “Não esquecer Persianas, de Miguel Manso, porque após a morte do Herberto Helder ficámos órfãos de grandes poetas. É altura de olharmos para os mais novos e tentar encontrar sucessores. Miguel Manso é um bom candidato.”

Diretora da Biblioteca Municipal da Sertã

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome