Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Setembro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Passe pela Biblioteca | “Os Vadios”, de Emily Bitto

Convidámos os responsáveis das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço todas as segundas-feiras, de forma alternada. “Os Vadios”, de Emily Bitto, é a sugestão apresentada esta semana por Marisa Dias, da Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, em Vila de Rei. Passe pela biblioteca… e boas leituras!

- Publicidade -

Os Vadios de Emily Bitto é uma história que se inspira no mundo artístico (pintura) das décadas de 30 a 40 do século XX (1930).

Lily e Eva conhecem-se quando frequentam o 3.º de escolaridade e torna-se grandes amigas, uma pertence a famílias modestas ao passo que outra pertence a famílias ricas.

- Publicidade -

“O que nos unia, a mim e a Eva, era o sentido de imaginação que partilhamos. O dela formada por materiais ricos, o meu por materiais pobres.”

A família Trentham (pais de Eva) tinham uma vida muito social com outros artistas (pintores) que executavam vários estilos, realizavam vários jantares onde conversavam sobre o mundo artístico. Tinham três filhas: Heloise, Beatrise e Eva.

Convidaram os seus amigos para viverem lá em casa. “Adorávamos receber mais alguns vadios e convidamos-vos a todos para deixarem os vossos empregos e juntarem-se à nossa comunidade”. Mais tarde fizeram uma exposição em conjunto, grupo de Arte Moderna de Melbourre.

Eva quando fez 14 anos foi saltar no lago Surrey Dive (falésia com 18m de altura), local muito perigoso “Reúne-se lá uma classe mais baixa de gente; vadios e patifes.” Lily não conseguiu saltar a falésia.

Lily vivia encantada com toda a envolvência vivida na casa de Eva, que nada tinha a ver com o seu ambiente familiar. Um dia seu pai teve um acidente de trabalho, e era difícil para seus pais manter o orçamento familiar, altura em que se preparava para os exames. Foi viver para casa de sua amiga Eva onde se encantava com todo aquele mundo artístico.

As melhores amigas estiveram alguns anos sem se ver, formando a sua vida Lily casada tinha uma filha e dava aulas, Eva teve algumas instabilidades, quando se encontraram recordaram os momentos vividos na infância e adolescência.

Biblioteca José Cardoso Pires, Vila de Rei

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome