PASSE PELA BIBLIOTECA: ‘Oblomov’, de Ivan Goncharov

Convidámos os diretores das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço, de forma alternada, todas as semanas. “Oblomov”, do escritor russo Ivan Goncharov, é o livro sugerido por Ana Sofia Marçal, responsável pela Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, na Sertã.

PUB

Passe pela biblioteca… e boas leituras!

 

PUB

Oblomov é um romance singular na brilhante galeria dos maiores escritores russos do século XIX.”

Hugo Pinto Santos, Jornal Público, 18.12.2015

 

Oblomov, publicado em 1859, é o romance mais conhecido do serta_oblomovescritor russo Ivan Goncharov.

O personagem principal, cujo nome dá título ao livro, é um jovem membro da velha aristocracia latifundiária, com uma posição completamente inerte sob todos os pontos de vista. Não toma decisões relevantes, não age de modo significativo a nada nem a ninguém e passa a maior parte do tempo de roupão, na cama ou no sofá.

“assim que acordou, ele prontamente resolveu que iria levantar-se, lavar-se e, após beber seu chá, refletir de modo adequado, chegar a alguma conclusão, anotá-la e, no geral, ocupar-se com aqueles assuntos da maneira devida. Continuou deitado por mais meia hora, atormentando-se com aquela intenção, mas depois considerou que ainda teria tempo de fazer aquilo após o chá e que poderia muito bem tomar o chá como de costume na cama, tanto mais porque nada o impedia de pensar e continuar deitado.” (Excerto)

Profundamente mergulhado nesta situação enfadonha, que resiste em abandonar, passa os dias entre desejos e planos para a exploração agrícola que mantém de herança e que o sustenta, objetivo que nunca põe em prática.

Apesar dos esforços do seu amigo Stoltz, dinâmico e empreendedor, em mostrar-lhe a beleza de viver a vida em plenitude e quem sabe, junto de um grande amor, Oblomov acaba por escolher o conforto da cama e do sofá.

Um verdadeiro épico da preguiça, a obra foi considerada uma sátira à nobreza russa cuja função económica e social era cada vez mais posta em causa na Rússia, em meados do século XIX. A obra faz parte das maiores criações literárias.

PUB
PUB
Ana Sofia Marçal
Diretora da Biblioteca Municipal da Sertã

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).