Passe pela Biblioteca | “Milagrário Pessoal”, de José Eduardo Agualusa

Os responsáveis das bibliotecas do Médio Tejo fazem recomendações de leitura no nosso jornal todas as semanas. “Milagrário Pessoal”, de José Eduardo Agualusa, é a sugestão hoje apresentada por Nuno Menezes Ferreira, diretor da Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill, de Constância. Passe pela Biblioteca… e boas leituras!

A sugestão da Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill para os leitores do Médio Tejo, é o romance “Milagrário Pessoal”, de José Eduardo Agualusa. Nascido na cidade do Huambo em 1960, é um dos nomes mais importantes da literatura angolana da atualidade, tendo vindo a ganhar alguns prémios literários importantes como o Independent Foreign Fiction Prize (2007), e o International Dublin Literary Award (2017), tendo publicado romances, contos e poesia, e repartindo a sua vida entre a ilha de Moçambique e Lisboa.

O romance retrata a missão de Iara, jovem linguista portuguesa que descobre que a língua portuguesa se encontra a ser subvertida globalmente, e com a ajuda do seu antigo e velho professor de filologia, homem de um passado sombrio e antigo anarquista angolano, tentam descobrir uma coleção de misteriosas palavras, que teriam sido roubados à “língua dos pássaros”, de acordo com um documento do século XVII.

A trama inicia-se em Lisboa, e sempre através dos olhos do Professor, vemos Iara e o Professor percorrerem o mundo lusófono, buscando o paradeiro suas palavras, através  suas histórias pessoais e dos seus “neologismos”, mas também das suas viagens. Surpreende ainda, pelo desfecho completamente inesperado, mas muito humano. 

Agualusa aproveita este romance para nos presentear com o imaginário e a abundância do mundo lusófono e da sua língua, a língua portuguesa, ressalvando a riqueza e a diversidade do léxico que os diversos povos e as suas culturas deram e dão para a língua falada hoje nos Países de Língua Oficial Portuguesa.

O romance de uma forma muito bela e especial é também uma reflexão das ligações ocorridas entre as diversas culturas na África de língua portuguesa, o Brasil e Portugal e uma viagem à história da língua de Camões, através das histórias que vão sendo recolhidas no Milagrário Pessoal.

Nuno Ferreira
Responsável pela Biblioteca Municipal Alexandre O'Neill em Constância

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).