PASSE PELA BIBLIOTECA: “Manifesto sobre bibliotecas públicas”, da Unesco

Convidámos os diretores das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço, de forma alternada, todas as sextas-feiras. Esta semana, o Manifesto sobre Bibliotecas Públicas, de 1994, da UNESCO, é o documento referido por Rosário Wahnon, Diretora da Biblioteca Municipal de Mação.

PUB

Passe pela biblioteca… e boas leituras!

 O Renascer da Biblioteca Pública

PUB
Foto DR
Foto DR

Segundo a UNESCO, no Manifesto sobre Bibliotecas Públicas, de 1994, as Bibliotecas Públicas são “o centro local de informação, tomando prontamente acessíveis aos seus utilizadores o conhecimento e a informação de todos os géneros”. No Manifesto destacam-se missões chave da Biblioteca Pública- alfabetização, educação e cultura – e salientam-se os seguintes objectivos:

  • criar e fortalecer os hábitos de leitura nas crianças, desde a primeira infância;
    apoiar a educação individual e auto-formação, assim como a educação formal a todos os níveis;
  • assegurar a cada pessoa os meios para evoluir de forma criativa;
  • estimular a imaginação e criatividade das crianças e jovens
    promover o conhecimento sobre a herança cultural, o apreço pelas artes e realizações e inovações científicas;
  • possibilitar o acesso a diferentes formas de expressão cultural das artes do espectáculo;
  • fomentar o diálogo inter-cultural e, em especial, a diversidade cultural;
  • apoiar a tradição oral;
  • assegurar o acesso dos cidadãos a todos os tipos de informação da comunidade local;
  • proporcionar serviços de informação adequados às empresas locais, associações e grupos de interesse;
  • facilitar o desenvolvimento da capacidade de utilizar a informação e a informática;
  • e apoiar, participar e, se necessário, criar programas e actividades de alfabetização para os diferentes grupos etários.

Nos dias de hoje, a Biblioteca Pública tem de estar “Viva”. Tem de ser dinâmica. Assumir desafios. Definir estratégias. Estar actualizada. Desempenhar uma variedade de papéis diferenciados, de acordo com as várias necessidades locais.

PUB

A Biblioteca Pública, hoje em dia tem o dever de dinamizar e chamar a si as camadas mais jovens da sociedade, estas que cada vez mais optam pelo digital, pela internet e outros meios. Logo será de extrema importância a Biblioteca Pública actualizar as novas tecnologias, isto é informatizar os serviços e dinamizar actividades junto das escolas e outros grupos e instituições.

A Biblioteca Pública tem que continuar a reinventar-se para servir as necessidades dos seus cada vez mais exigentes utilizadores, e sobretudo, continuar a ocupar um papel central no combate à info-exclusão.

É necessário assumir a Biblioteca Pública como uma instituição “viva” e que responda às necessidades actuais da Sociedade e dos seus utilizadores.

E é assim que a Biblioteca Municipal de Mação pretende dar continuidade e inovar novos projectos, novos desafios novas dinâmicas numa sociedade cada vez mais exigente.

A Biblioteca Municipal de Mação procura dar assim à população deste Município, a oportunidade de frequentar um ambiente onde possa enriquecer e contactar com novas ideias, realidades e pensamentos. Pretende-se inclusivamente que a nossa/vossa Biblioteca seja também um local de convívio onde seja possível mostrar, divulgar e trocar conhecimentos.

Rosário Wahnon

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here