Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Passe pela Biblioteca | “Lapas, as grutas que não são grutas”, de Jorge Salgado Simões

Convidámos os responsáveis das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço de forma alternada, às segundas-feiras. “Lapas, as grutas que não são grutas”, de Jorge Salgado Simões (texto) e Alexandra Sirgado (ilustrações), é a sugestão apresentada esta semana por Margarida Teodora Trindade, da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, em Torres Novas.

- Publicidade -

Passe pela biblioteca, boas leituras e Boas Festas!

“Esta história é sobre as Lapas, uma aldeia mesmo ao lado de Torres Novas, próxima de Lisboa e do resto do mundo.”

- Publicidade -

É assim que começa a leitura deste livro, um álbum ilustrado que nos fala das Grutas de Lapas, um monumento classificado do concelho de Torres Novas, cuja origem permanece ainda hoje um mistério.

E esse mistério é o mote para o desenrolar de sucessivas interrogações com que os leitores se confrontam, as quais, de forma propositada, o autor do texto destaca.

Remetendo para a origem geológica ancestral deste território, numa viagem que se inicia no tempo dos dinossáurios e que termina nos dias da atualidade, Jorge Salgado Simões incorpora na narrativa elementos do contexto natural, humano e imaterial onde estas grutas se inscrevem: a singularidade daquela galeria, a presença dos morcegos, o casario que foi construído por cima das grutas, a utilidade do tufo calcário, as lendas e toda a herança que se manifesta ainda hoje no imaginário das pessoas de cada vez que se fala nas Grutas de Lapas, são disso exemplo.

Este é também um livro inacabado, um ponto de partida para que todos possamos estar envolvidos na(s) história(s) deste monumento.

Os autores possibilitam, assim, de forma deliberada, a participação do leitor na construção das linhas narrativa e de ilustração. E, para isso, deixaram em aberto um espaço para que cada um, dando asas à imaginação, possa ter a liberdade criativa para complementar o livro. No fundo, viabilizam a criação de um vínculo afetivo forte com cada leitor, pois cada um pode escrever e ilustrar a sua conclusão e refletir sobre a origem deste monumento tão enigmático.

Com efeito, cada leitor é coautor e deixa ali o seu contributo, em forma de assinatura.

Com o traço característico das ilustrações de Alexandra Sirgado, mais adequadas aqui ao público infantil e juvenil, este álbum desperta a curiosidade de quem o ler, independentemente da idade do leitor.

O glossário, já no final do livro, é um importante auxiliar quer na interpretação, quer na mediação desta leitura.

Em Torres Novas, o Serviço de Apoio a Bibliotecas Escolares (SABE), com os alunos do terceiro ano do primeiro ciclo do ensino básico, faz a mediação da leitura desta obra in situ, como complemento das visitas de estudo ao local.

Este livro é, sem dúvida, uma forma privilegiada de conhecer, divulgar e de defender o património local. E é, claro, um convite óbvio à visita destas Grutas.

O monumento das Grutas de Lapas foi alvo de uma requalificação muito recente, reabrindo ao público em setembro último, podendo ser visitado por escolas, famílias ou qualquer interessado.

Passe pela Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes e compre ou requisite este livro para empréstimo. Antes disso, consulte o catálogo online.

Votos de BOAS FESTAS e de boas leituras em família.

Diretora da Biblioteca Municipal de Torres Novas

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome