Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

PASSE PELA BIBLIOTECA: D. TERESA, DE ISABEL STILWELL

Convidámos os diretores das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço, de forma alternada, todas as sextas-feiras. Esta semana, “D. Teresa – Uma mulher que não abriu mão do poder”, de Isabel Stilwell, é o livro sugerido por Anabela Cardoso, diretora da Biblioteca Municipal Alexandre O´Neill, em Constância.

- Publicidade -

Passe pela biblioteca… e boas leituras!

No âmbito do convite formulado à Biblioteca Municipal Alexandre O´Neill de Constância, no sentido de contribuir com uma sugestão de leitura para a publicação online Mediotejo.net, decidimos colaborar mais uma vez nesta iniciativa sugerindo a obra de Isabel Stilwell: D. Teresa – Uma mulher que não abriu mão do poder, da editora Manuscrito.

- Publicidade -

D. Teresa de Isabel Stilwell (Foto: DR)Teresa é uma obra que nos faz repensar o que aprendemos sobre esta figura chave da História de Portugal, vista como uma viúva leviana que se envolveu em várias aventuras amorosas, chegando a prejudicar o seu filho D. Afonso Henriques, que bateu na própria mãe, como nos é ensinado na escola, após uma das batalhas que travaram. Estas são algumas histórias que a maioria das pessoas tem deste período tão fascinante da História de Portugal, repletas de enredos, conspirações, traições, intrigas e paixões, numa constante luta pelo poder.

Neste livro é-nos dada outra interpretação, descobrindo como D. Teresa e a irmã se afirmaram e conseguiram dirigir os destinos dos seus territórios, apesar das disputas familiares e políticas. Constatamos ainda que foi D. Teresa, antes do seu filho primogénito que tanto amava, a reclamar o título de rainha, lutando pela união da Galiza, herança dada por seu pai, ao Condado Portucalense.

Ao longo de quinhentas páginas, a escritora Isabel Stilwell narra o que poderá ter sido a vida de D. Teresa, segunda filha e ilegítima de Afonso VI de Leão e Castela e de Ximena Moniz do Bierzo, de quem herdou os olhos verdes e a astúcia. Viúva aos 25 anos do Conde D. Henrique de Borgonha governou com autoridade e determinação os seus domínios, levando a que no ano de 1116, o Papa Pascoal II a reconhecesse como Rainha.

Isabel Stilwell é uma autora de romances históricos que consegue transformar a história em romance, prendendo os seus leitores com uma narrativa simples, mas que denota grande cuidado e profundidade na pesquisa histórica, apesar de neste caso a documentação ser muito escassa.

É um livro extraordinário que proporciona uma leitura intensa e arrebatadora na descoberta desta figura da nossa história, mulher do Conde D. Henrique, mãe de D. Afonso Henriques, amante de Fernão Trava e Rainha de Portugal. D. Teresa – Uma Mulher que Não Abriu Mão do Poder é um romance emocionante que mostra a paixão, a inteligência e a ambição de uma mulher ímpar na Península Ibérica dos séculos XI e XII.

Diretora da Biblioteca Municipal de Constância

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome