PASSE PELA BIBLIOTECA: “BARQUINHA: CRÓNICAS HISTÓRICAS”, DE ANTÓNIO LUÍS ROLDÃO

Convidámos os diretores das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço, de forma alternada, todas as sextas-feiras. Esta semana, “Barquinha: crónicas históricas”, de António Luís Roldão, é o livro sugerido por Lurdes Gil, diretora da Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha.

PUB
PUB

Passe pela biblioteca… e boas leituras!

 

Lurdes Gil, Diretora da Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha
Lurdes Gil, Diretora da Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha

“Barquinha: crónicas históricas”, de António Luís Roldão

PUB

António Luís Roldão: Nascido a 19 de novembro de 1934, na Rua da Barca, em Vila Nova da Barquinha. Poeta, músico, jornalista, associativista, autarca e investigador da história local.

Um conjunto de crónicas retratam neste livro, inegavelmente, todo o trabalho de pesquisa da história do seu concelho: Vila Nova da Barquinha.

PUB

Desde o Convento do Loreto, passando pelo Parque Ribeirinho, pelo chafariz, pela Ermida de Nossa Senhora do Reclamador, pela Quinta da Cardiga, o leitor pode saborear muitos aspetos relacionados com a história do concelho de Vila Nova da Barquinha que, apesar de haver ainda muito por decifrar, com o empenho e dedicação deste barquinhense e que é refletido neste conjunto de crónicas históricas, já muito se consegue conhecer e saborear da génese desta terra e da sua história.

vnbarquinha_cronicas historicas (Foto DR)Convido-vos a embarcar nesta “história”, que é a história de Vila Nova da Barquinha.

Lurdes Gil, Diretora da Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here