Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Sexta-feira, Julho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Papa | Nenhum carro entra sem autorização a partir das 9h de 12 de maio na Cova da Iria (c/vídeo)

Na segunda-feira, 10 de abril, foi realizada uma sessão de esclarecimentos para os empresários de Fátima, no âmbito da visita do Papa à cidade a 12 e 13 de maio. A informação prestada focou-se no abastecimento do comércio e na circulação de veículos, com muitas dúvidas criadas junto dos operadores turísticos em relação às excursões, sobretudo de estrangeiros, que têm hotel fora de Fátima. Também os clientes dos hotéis só podem entrar na Cova da Iria até às 11 horas de dia 12, mesmo que tenham lugar de estacionamento reservado nesse hotel.

- Publicidade -

A partir das 9 horas de 12 de maio (até às 18h do dia 13) só entram na Cova da Iria (área entre rotunda norte e sul e avenidas Beato Nuno e João XXIII) pessoas e veículos acreditados/autorizados especificamente para o efeito. Isto inclui bombeiros, jornalistas, empresas de prestação de serviços ou abastecimento, militares e inclusive padres que vão estar presentes nas cerimónias. O objetivo, frisou o Capitão Canatário, do Destacamento da GNR de Tomar, mais que proteger o Papa é proteger a multidão, de forma a “evitar o que aconteceu em Estocolmo, em Berlim, em Nice”. Qualquer veículo que tenha que circular dentro da Cova da Iria entre 12 e 13 de maio precisa de acreditação, frisou-se.

A exceção é dada aos clientes com quarto reservado em hotel, que podem entrar até às 11 horas de dia 12, mediante apresentação da respetiva reserva às forças de segurança. Quem chega depois será encaminhado para as cerca de 20 bolsas de estacionamento fora de Fátima, tendo que apanhar o transfer. Para quem trabalha em Fátima e possui autorização de circulação, o conselho deixado é que os funcionários partilhem o mesmo automóvel, de forma a facilitar o trânsito dentro da Cova da Iria.

- Publicidade -

Estas foram algumas das informações deixadas pelo presidente da Câmara, Paulo Fonseca, Capitão Canatário e pelo administrador do Santuário de Fátima, o Padre Cristiano, para um grupo de cerca de uma centena de empresários locais que se dirigiram à sessão de esclarecimentos no salão paroquial de Fátima. Foram ainda deixados alertas para que o abastecimento dos espaços comerciais se faça com bastante antecedência (o Santuário de Fátima informou que realiza o seu abastecimento dia 10 de maio). Apenas o pão e a pastelaria têm o horário próprio para circular, entre as 4 e as 7 horas de dia 13.

O dispositivo de segurança entra em funcionamento dia 5 de maio. Os autocarros terão possibilidade de estacionar nos parques 12,13 e 14, os mais próximos do Santuário, que serão encerrados e só reabertos no dia 11 de manhã. Também não será permitido acampar, como tradicionalmente, por trás da Basílica do Rosário e no Paulo VI, sendo montando um parque de campismo provisório com as devidas condições para higiene e luz. As pessoas com mobilidade reduzida serão encaminhadas para o Parque 12.

As informações foram bem recebidas pelos empresários locais, mas a circulação de turistas que chegam de autocarro e têm que ir dormir a hotéis fora de Fátima (perdendo assim o estacionamento) levantou várias preocupações. Foi deixada a sugestão para a criação de um estacionamento só para estes casos, que inclui sobretudo cidadãos estrangeiros, mas o Capitão Canatário deixou claro que não existem infraestruturas para atender a todas as necessidades dentro da Cova da Iria.

Foi ainda deixada a sugestão que o dispositivo de segurança seja montado já em abril, uma vez que os parques de estacionamento locais deverão começar a ser ocupados por campistas antes do fim do mês.

No âmbito das limitações de circulação, permanece apenas a funcionar a Rodoviária de Fátima, que recebe uma circulação regular de mil autocarros. Quem chegar via transfer das bolsas de estacionamento será largado/colhido ou na rotunda de Santo António ou na rotunda junto à rodoviária. Estará montada uma rede de 75 autocarros sempre em circulação nos dias 12 e 13, gratuitos, que funcionam logo a partir de dia 11.

As escolas de Fátima estão fechadas a 12 de maio. Foi deixada a recomendação que outros espaços, como creches, sigam o mesmo exemplo.

O 112 estará estacionado em Fátima e para qualquer problema de saúde o dispositivo de segurança aconselha a que se ligue para o número. Haverá dois hospitais de campanha montados, um do INEM e outro do exército.

“Vamos ter um milhão de pessoas ao mesmo tempo, vai correr tudo bem”, frisaria Paulo Fonseca. Ainda há várias decisões a tomar, nomeadamente quanto à circulação de táxis. Esses dados, atualizados, e novas informações serão prestados a 20 de abril, numa reunião semelhante aberta a toda a população de Fátima.

 

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here