- Publicidade -

Ouriense: Garantimos a manutenção, lançámos e potenciámos novos jovens (com áudio)

Com apenas 29 anos foi o treinador mais novo na edição 2015-2016 do Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores, estando no comando de um plantel com muita gente nova.

- Publicidade -

Marco João Gaio Ramos, é de Sambade, Alfândega da Fé, mas vive em Fátima, para onde veio muito novo devido à separação dos pais. É solteiro e no próximo mês terá nova vitória na vida, pois será pai. Tem a licenciatura em Gestão das Organizações Desportivas, frenquenta o Mestrado de Treino Desportivo e possuí o Nível III do Curso de Treinadores.

Foi o primeiro treinador em Portugal a levar uma equipa de futebol feminino, no caso o Ouriense, a ultrapassar a fase de grupos da “Champions League”. O seu percurso como treinador começou em 2005-2006 nas Escolinhas do Fátima. Em 2009-2010 vence o Distrital de Infantis pelo CD Fátima, passando depois para o escalão de iniciados onde orientou o emblema fatimense no Nacional. Ingressa depois no Ouriense, onde treina Iniciados e Juvenis. É ai que abraça o desafio do futebol feminino, tendo conquistado o título de Campeão Nacional e a Taça de Portugal, para além da tal passagem para além da fase de grupos da Liga dos Campeões. Curiosamente, no ano em que conseguiu essas conquistas, teve como adjunto o seu irmão gémeo.

- Publicidade -

Como jogador fez a sua formação no Fátima, onde chegou a sénior e foi treinado, na antiga 2ª Divisão B, por Rui Vitória. O facto de jogar pouco levou-o a tomar a decisão de ir para o Vilarense onde esteve duas épocas e meia. Terminou as prestações no futebol de 11, tendo-se dedicado há 5 épocas ao Futsal, onde já conquistou um título de Campeão Distrital e uma Taça de Futsal da AFS, ao serviço do Fátima.

A prestação da sua equipa na 1ª Divisão Distrital desta época deixa-o orgulhoso. Mesmo tendo que sofrer mais do que contava para alcançar a manutenção, termina de consciência tranquila, uma vez que conseguiu a desejada manutenção e lançou muitos jovens na primeira equipa do Ouriense, considerando ter criado as bases para nascer um projecto de sucesso no futuro.

Saí no comando do Ouriense porque é ambicioso e quer lutar por outros objetivos que o Clube, no presente, não lhe consegue garantir.

Marco Ramos e o balanço da época:

Perguntas rápidas:

1- Alguma equipa o surpreendeu ou encheu as medidas com o futebol que apresentou?

2-Alguma equipa que o tenha desiludido ou ficado aquém do que estava à espera?

3- Em termos individuais, pode apontar alguma figura do campeonato?

4- O melhor momento da época?

5- O pior momento da época?

6- No seu entender e pelo futebol jogado, Moçarriense, União Desportiva Abrantina e Rio Maior, foram efectivamente as equipas que mereceram descer de divisão?

7- Como avalia o desempenho da arbitragem nesta época?

A próxima época:

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).