Ourém/Fátima | “Fátima é uma marca poderosa” afirma secretário-geral da OMT (c/vídeos)

Em 2016, 1,2 mil milhões de pessoas viajaram internacionalmente, 300 milhões para destinos religiosos, avançou secretário-geral da OMT, Taleb Rifai Foto: mediotejo.net

Teve início esta quarta-feira, 22 de novembro, o Congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação, uma iniciativa da Organização Mundial de Turismo (OMT) que este ano decorre em Fátima, até quinta-feira, dia 23. Na abertura, o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, apresentou alguns números sobre o impacto das viagens internacionais a nível global, frisando em conferência de imprensa que “Fátima é uma marca poderosa”, “o próprio nome evoca sentimentos poderosos”, e isso é o mais importante ao nível do turismo. Em 2016, 300 milhões de pessoas viajaram para destinos religiosos.

PUB

A sessão de abertura foi inaugurada pelo presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, considerando ser um “privilégio” para o município “acolher no seu seio a organização de um evento com a dimensão e o alcance deste acontecimento à escala universal”. Dada a importância dos movimentos de peregrinação para Fátima, o presidente referiu ser “pertinente que nas instâncias decisórias ao nível político, económico e muito particularmente as que participam neste evento, que temos a honra de acolher, dediquem parte significativa da sua atenção para o potencial que o turismo religioso representa à escala global; o aumento e atratividade dos destinos religiosos; a afirmação nas redes sociais; ou, por exemplo, a partilha de conhecimentos sobre as melhores formas de promover destinos religiosos”.

Abertura Congresso OMT em Fátima. Presidente da Câmara de Ourém

Publicado por mediotejo.net em Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

“Fátima regista hoje um dos mais significativos movimentos turísticos no espaço português e tem sido preocupação primeira do município, com critério e rigor adequados, providenciar os meios para que cada um que visita Fátima encontre neste local sagrado, o seu espaço.”, salientou. “Se o Estado Português investe num produto chamado Portugal, à escala dos mercados turísticos mundiais, Fátima terá de sobressair nesse contexto”, afirmou.

PUB

Terminaria referindo que “o poder central encontrará sempre nas instâncias autárquicas do município de Ourém, um parceiro pró-ativo e interventivo, que sabe o que tem, para onde quer ir e que acredita que a sustentabilidade de um lugar, uma cidade, uma região, ou um país, apenas poderá ser conseguida com o empenhamento de todos e com um objetivo comum”.

Abertura do Congresso da OMT em Fátima. Reitor do Santuário, Padre Carlos Cabecinhas

Publicado por mediotejo.net em Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Seguiu-se a intervenção do Reitor do Santuário de Fátima, Padre Carlos Cabecinhas. O prelado considerou a iniciativa, em ano de centenário, “como especialmente feliz, porquanto nos proporciona ocasião de reflexão sobre o potencial dos lugares sagrados, como Fátima, enquanto fatores de desenvolvimento sustentável”.

PUB

“A variedade de proveniências de peregrinos que, em cada ano, acorrem a Fátima, comprovam que este é, de facto, um Santuário mundialmente conhecido”, frisou, destacando que o centenário consolidou a “internacionalização” da cidade e que têm aumentado os peregrinos provenientes de todo o mundo.

Já Taleb Rifai apresentou na sua intervenção alguns dados sobre o turismo mundial, destacando que este movimenta 3,2 mil milhões de dólares por dia, sendo que uma em cada seis pessoas faz viagens internacionais e um em cada 10 empregos está relacionado com o turismo. “O turismo é hoje responsável por grandes transformações”, sublinhou. Apesar dos tempos de crise, a variados níveis, nunca se viveu tão bem como no nosso tempo. Há 1,8 mil milhões de viajantes em todo o mundo, adiantou, que podem gerar melhores empregos e oportunidades de os povos caminharem no sentido do respeito mútuo.

OMT celebrou protocolo com Turismo de Portugal para estágios de portugueses na instituição internacional Foto: mediotejo.net

O secretário-geral da OMT terminaria a salientar a necessidade de estabelecer parcerias e compromissos, defendendo a criação de políticas para enquadrar o turismo em locais religiosos, respeitando tradições e práticas religiosas, preservando a identidade dos locais, aumentando acessibilidades e procurando encontrar sinergias entre locais religiosos.

Em declarações aos jornalistas, Taleb Rifai destacou que o Congresso “superou as expetativas”, frisando a importância que a marca Fátima tem atualmente no mundo. Defenderia assim a necessidade de integrar o turismo religioso dentro do turismo cultural, por forma a dar mais força ao setor como construtor de identidade. “O turismo cultural está a crescer globalmente”, sublinhou.

Em 2016, especificou, registaram-se 1,2 milhões de pessoas a viajar internacionalmente, sendo que uma em cada quatro viaja por motivos religiosos. “Por isso temos uma estimativa de 300 milhões de turistas religiosos que viajam para peregrinações ou por motivos religiosos diversos”, adiantou.

Segundo dados do município de Ourém, estavam 1262 pessoas inscritas no Congresso, 870 das quais estudantes Foto: mediotejo.net

Questionado pelo mediotejo.net quanto ao lugar ocupado por Fátima no ranking dos destinos religiosos, Taleb Rifai explicou que a OMT não faz esse tipo de contabilização, uma vez que obedece a parâmetros que nem sempre são ilustrativos da realidade. Mas “Fátima é uma marca poderosa”, reiterou, “o próprio nome evoca sentimentos poderosos”, o que representará “90% da importância” em termos de turismo.

A OMT aproveitou ainda a ocasião para assinar um protocolo com o Turismo de Portugal, que prevê a participação de estagiários portugueses na OMT. É o segundo protocolo estabelecido entre as duas entidades, havendo atualmente três portugueses a trabalhar na instituição internacional em consequência desta parceria.

c/LUSA

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here