Ourém/EN356: Paulo Fonseca pondera penhorar bens da IP

Discussão por tutela da EN 356 dura há uma década. FOTO: mediotejo.net

A requalificação da estrada nacional 356, entre Ourém e Freixianda, foi um dos pontos de situação pedidos pelo elenco municipal durante a assembleia de quarta-feira, 7 de setembro. O presidente da Câmara, Paulo Fonseca, lembrou o historial de negociações que tem levado a cabo com as Infraestruturas de Portugal (IP), mostrando-se disponível, em última alternativa, em recorrer através das Finanças a uma penhora do bens da instituição. Ninguém parece querer assumir a responsabilidade pelas obras da estrada.

PUB

É uma estrada nacional, mas a IP alega que é de responsabilidade municipal e a discussão arrasta-se há uma década, já envolvendo os tribunais. Entretanto a estrada está degradada e necessita de uma recuperação e nova sinalização, sendo esta a via mais direta que liga a sede de concelho a Caxarias e ao seu ponto mais a norte, a vila de Freixianda.

Em assembleia municipal, Paulo Fonseca explicou que a Comissão Municipal de Proteção Civil reuniu-se a 6 de setembro e que elaborou um relatório, que será apresentado em reunião de executivo camarário. Com base neste documento o autarca espera avançar com medidas definitivas para resolver a tutela e requalificação da estrada, nem que avance para as Finanças e peça a penhora dos bens da IP. A estrada está perigosa e são necessárias soluções. “Estão em causa vida humanas”, defendeu.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here