Ourém | Workshop de Turismo sobreviveu ao Covid-19 e está de excelente saúde

Apesar dos cancelamentos, o workshop manteve-se e contou com a presença de todas as entidades envolvidas, inclusive o Governo Foto: mediotejo.net

O adiamento da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) obrigou a uma reorganização da programação do Workshop Internacional de Turismo Religioso, cujos participantes iriam fazer uma transição para o evento de Lisboa. De 5 a 7 de março, em Fátima e na Guarda, onde se negociou dentro do turismo judaico, o workshop perdeu o recorde de participações devido ao novo coronavírus mas conseguiu manter-se dentro da sua média, afirmando-se como o grande evento do setor.

Os primeiros dois dias do Workshop tiveram lugar em Fátima e foram marcados pela sessão oficial de abertura e conferência inaugural e pelas reuniões comerciais e de negócios. Na Guarda alguns dos participantes que também trabalham o turismo judaico tiveram oportunidade de continuar a descoberta turística do país e as reuniões de negócios centradas neste segmento. Na terça-feira, 10 de março, realizaram-se ainda pós-tours nas zonas centro e norte de Portugal.

Com o anúncio do adiamento da BTL para maio, 86 dos participantes profissionais estrangeiros no Workshop que integrariam de seguida a BTL viram cancelada a sua participação, que tinham agendada para quarta e quinta-feira, motivo pelo qual 30 deles regressaram a Fátima. A organização do Workshop contou com o apoio dos empresários da cidade, que neste momento de crise hospedaram gratuitamente estes hóspedes nos hotéis de Fátima.

PUB

Outros participantes, cerca de 30, mesmo sem a realização da BTL, optaram por deslocar-se a Lisboa por iniciativa própria, para visita à cidade. Os restantes anteciparam a viagem de regresso aos seus países.

No balanço do evento, a organização do Workshop Internacional de Turismo Religioso dá conta que, não obstante algumas desistências devido ao covid-19 (35 hosted buyers e 22 suppliers), apenas quatro países ficaram sem representação no evento: a Costa do Marfim, a Croácia, a Nova Zelândia e o Uruguai. Estiveram presentes delegações de 47 países, com a sessão da conferência inaugural a contar cerca de 600 participantes.

O Workshop Internacional de Turismo Religioso é uma iniciativa da ACISO – Associação Empresarial de Ourém-Fátima que ocorre anualmente, desde 2012. A sua organização esteve a cargo da ACISO, com o apoio das seguintes entidades: Câmara Municipal de Ourém, Santuário de Fátima, Turismo de Portugal, Turismo do Centro de Portugal, Agência Regional de promoção Turística Centro de Portugal e Câmara Municipal da Guarda.

Em nota de imprensa, Purificação Reis, presidente da direção da ACISO, afirma que “além da elevada participação que registámos, é importante referir que a edição deste ano volta a confirmar este evento como um dos mais importantes a nível internacional para a promoção do turismo religioso e de peregrinação em Portugal e ocasião especial para o estabelecimento de bolsas de contactos de negócio entre os participantes”.

“Foi muito bom ouvir, na sessão inaugural, a senhora Secretária de Estado do Turismo, a engenheira Rita Marques, reafirmar o empenho e a intenção das entidades oficiais na valorização do Turismo Religioso em Portugal”, refere.

Pela primeira vez, as reuniões comerciais e de negócios tiveram lugar numa tenda montada no parque 12 do Santuário de Fátima. “Dificilmente poderemos voltar atrás, se continuarmos com igual ou maior número de participantes. A conferência inaugural manteve-se no excelente espaço do anfiteatro do centro pastoral, mas percebemos que a tenda foi um espaço mais apto para receber as mais de 5.000 reuniões B2B realizadas. Também os expositores nos transmitiram o agrado por este lugar, mais amplo e circulável”, explicou a responsável.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here