Ourém: Vai haver “excepção” para os Colégios de Fátima

Em setembro de 2015, alunos do Colégio de São Miguel manifestaram-se por ser retirada uma turma de 7º ano à escola em cima do arranque do ano letivo. foto Cláudia Gameiro

As novas normas de financiamento de turmas em escolas privadas com contratos de associação com o Estado estão a agitar o concelho, nomeadamente por em Fátima existirem três instituições nestas circunstâncias e que têm tido bons resultados em termos de ranking nacinal.

PUB

O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, escreveu ao Primeiro Ministro, António Costa, a salientar as particularidades de Fátima e refere que “já tive informação que essa excepcionalidade vai ser concedida”.

A partir do próximo ano letivo o Ministério da Educação não vai autorizar novos contratos de associação para turmas em início de ciclo (o 5º, 7º e 10º anos) em zonas onde exista escola pública. Apenas os alunos que já vão a meio do respetivo ciclo continuarão com o apoio do Estado. O objetivo do Governo é racionalizar a rede de escolas com contratos de associação e adequá-la às necessidades.

PUB

A diretiva já fez levantar as críticas da Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo, afirmando que não se está a ter em conta o impato real desta medida.

Em Fátima, o núcleo do PSD reuniu-se com os diretores do Colégio do Sagrado Coração de Maria, Colégio de São Miguel e Centro de Estudos de Fátima. A nível municipal, Paulo Fonseca escreveu diretamente ao Primeiro Ministro, esclarecendo que em Fátima não há escola pública, as privadas com contratos de associação funcionam bem e que deveria ser aberta uma excepção.

PUB

Paulo Fonseca preferiu não ceder esta carta à comunicação social, mas garantiu que tinha recebido a informação de que vai haver excepcionalidade para o caso de Fátima.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here