Ourém-Torres Novas: Pegadas dos Dinossáurios ainda sem nova gestão

A Câmara de Ourém continua a empreender esforços para obter a gestão do Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios da Serra D’Aire. Um projeto que, a concretizarem-se as negociações com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), deverá integrar outras instituições num conselho consultivo, como a Câmara de Torres Novas e as juntas de freguesia de Fátima e Chancelaria.

PUB

O presidente do município de Ourém, Paulo Fonseca, esteve a empreender um conjunto de reuniões com vários ministérios e secretarias de estado (Saúde, Ordenamento do Território, autarquias locais) a fim de reforçar as várias necessidades do concelho. Ao Secretário de Estado do Ordenamento do Território, Paulo Fonseca foi dar conta das negociações com o ICNF, recusando aceitar uma cláusula que coloca a hipótese de uma renda pela gestão do Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurio.

“As Pegadas estão abandonadas” lamentou o autarca numa reunião com jornalistas a 1 de fevereiro. A Associação de Desenvolvimento das Serras de Aire e Candeeiros (ADSAICA) não foi extinta, mas a estrutura continua a trabalhar nas mesmas condições, sem que seja potencializado o Monumento Natural. “Se esta delegação de competências for aprovada cria-se um conselho consultivo com as freguesias envolvidas, para que todas as decisões passem por eles”, explicou Paulo Fonseca.

PUB

Após a reunião com a Secretaria de Estado, o autarca espera que seja possível encontrar uma solução para o impasse com o ICNF,

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here