Ourém | Sistema de Mobilidade da Cova da Iria não tem condições para funcionar

Com um investimento de cerca de 820 mil euros, o Sistema de Mobilidade da Cova da Iria deveria estar a funcionar por altura do centenário das aparições de Fátima, em 2017, mas até hoje os equipamentos instalados nos parques do Santuário de Fátima continuam inoperacionais.

Parte da estrutura está a trabalhar, garante o presidente da Câmara, Luís Albuquerque (Coligação Ourém Sempre PSD/CDS), mas o sistema no seu todo, que pretendia fazer uma gestão mais eficaz do trânsito na cidade religiosa, foi uma boa ideia que não teve em conta as condições no terreno.

“O equipamento adquirido não é compatível”, começou por dizer Luís Albuquerque face a questões levantadas na quinta-feira, 29 de outubro, pelos jornalistas. A sinalética e as câmaras de vigilância estão a funcionar, frisou, mas depois há todo um conjunto de problemas que ficaram por resolver devido a, afirmou, não se ter envolvido o Santuário de Fátima inicialmente no projeto.

PUB

“Foi bem idealizado, mas teria que ter passado pela requalificação dos parques” do Santuário, os quais continuam em terra batida e sem delineação de lugares de estacionamento.

“Não há muito mais a fazer do que o que está feito”, comentou Luís Albuquerque, deixando críticas ao projeto do anterior executivo PS, que não teve em conta todo um conjunto de questões que inviabilizam a operacionalidade do Sistema.

O Sistema de Mobilidade da Cova da Iria originou um protocolo de cooperação, em 2015, entre o município, o Santuário de Fátima e a extinta Sociedade de Reabilitação Urbana da Cova da Iria. Os parque do Santuário permaneceriam gratuitos, mas integrariam esta rede de gestão de tráfego. Pretendia-se que estive operacional em 2017, mas parte dos parquímetros só foram ativados em 2019.

PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).