Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Julho 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém: Projeto do “Pias Longas Aero Club” apto a avançar

Depois de vários problemas burocráticos nos últimos anos, o “Pias Longas Aero Club” reuniu finalmente as condições para avançar com o seu projeto para um espaço dedicado à aviação civil em Ourém. No ano em que celebra 20 anos de existência, o aeroclube tornará a funcionar em pleno.

- Publicidade -

A pista já existe, no Sobral, freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, Ourém. O “Pias Logas Aero Club” nasceu a 7 de julho de 1996, fruto da iniciativa de dois membros que terminavam a sua licença de pilotagem nessa altura. Segundo contou Tiago Morgado, um dos membros da direção, ao mediotejo.net, os dois empreendedores “compraram uma aeronave a meias e decidiram fazer uma pista na sua proximidade. Desde então foi dinamizada e evoluindo ao longo dos tempos, quer em tamanho, quer em movimento”.

A situação manteve-se até 2008, quando foi implementado nas imediações da pista um parque eólico “o que levou ao cancelamento das manobras de descolagem e aterragem por as torres consistirem num obstáculo à aviação local devido à sua proximidade”. O caso gerou controvérsia, com o então executivo municipal a dar preferência à construção do parque eólico e a alguma contestação da parte da população. O impasse deu origem a um acordo entre a associação “Pias Longas Aero Club”, a junta de freguesia, a câmara municipal e a empresa das eólicas para relocalização para uma área desimpedida.

- Publicidade -

Nos últimos sete anos o processo foi-se arrastando, até que em 2013 a Câmara de Ourém conseguiu que fosse alterado o Plano Diretor Municipal na zona de Pias Longas, permitindo a deslocalização da pista. “A nova localização da pista não vai criar conflitos no trânsito das aeronaves com as torres eólicas. Existe também a possibilidade da pista do aeroclube dar apoio à Proteção Civil sempre que necessário”, referia o comunicado da autarquia na ocasião.

Recentemente deu-se o último passo, com o “Pias Longas Aero Club” a conseguir a devida licença da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Aprovação de Utilização de Pista para Ultraleves. Ainda assim, frisa Tiago Morgado, só em 2016 haverá efetivamente um espaço em condições para a prática da aviação. Sendo o aeroclube uma associação sem fins lucrativos, destina-se em primeiro lugar aos sócios, aos amadores da aviação em geral e a toda a gente que queira visitar, porque para além da prática da aviação também queremos desenvolver o ramo de bar e restauração, fazer eventos festivos e sempre com o intuito de crescer a todos os níveis em prol da associação e da região”, adiantou.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome