Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém: Muro polémico na Reca custou 53 mil euros

O muro da Reca, que a oposição PSD-CDS questionou porque custara 127 mil euros, afinal não terá passado dos 53 mil. Na assembleia municipal de 29 de fevereiro, o presidente da Câmara, Paulo Fonseca, explicou que a maioria do montante destinou-se a arranjos na envolvente, e que o muro em si ficou a cerca de metade do valor total.

Trata-se de uma estrutura de 296m3, em betão, que a Câmara patrocinou em Reca, na extinta freguesia de Ribeira do Fárrio. As questões foram inicialmente levantadas na reunião camarária de 5 de fevereiro, com o vereador Luís Albuquerque (PSD) a interrogar a necessidade gastar o valor de uma casa num muro de 76 metros de comprimento.

Paulo Fonseca respondeu finalmente em assembleia municipal, esclarecendo que o muro em si rondou os 53 mil euros, tratando-se o restante montante de outros arranjos necessários. “Transformaram uma obra normal numa coisa diabólica”, comentou, num tema que não gerou mais comentários na sessão.-

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here