Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém | Município reorganiza plano de ação de Bombeiros do concelho

A Câmara Municipal de Ourém aprovou na reunião de 5 de agosto, segunda-feira, o Plano Prévio de Intervenção (PPI). Este é um mecanismo de planeamento para ativação dos meios de socorro no concelho, mais adaptado à realidade. “É um processo difícil, que se vem alongado ano após ano, mas que nós agarrámos e estamos finalmente a concluir”, vincou Luís Miguel Albuquerque.

- Publicidade -

O documento foi aprovado após parecer positivo das entidades envolvidas no processo: INEM, ANPC – CDOS de Santarém e as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do concelho de Ourém (Fátima, Caxarias e Ourém – e respetivas secções de Espite e Freixianda).

“Ao contrário do que sucede atualmente, este plano define que a corporação que estiver mais perto da ocorrência é a que será chamada a intervir primeiro, caso tenha meios à sua disposição”, resumiu Luís Albuquerque.

- Publicidade -

“Há muitos casos flagrantes que obrigavam a esta alteração, como o que acontece na Cavadinha, que fica a cerca de dois quilómetros do quartel de Caxarias, mas consta da área de intervenção dos Bombeiros de Ourém, através da Secção de Espite, sita a cerca de 15 quilómetros do local. Isto no caso de a ocorrência ser denunciada através do 112. Não faz sentido… Este plano vem regulamentar esta situação”, referiu.

“O PPI para ativação dos meios de socorro no concelho de Ourém é um instrumento à
disposição das corporações de bombeiros voluntários do concelho, criado para possibilitar o desencadeamento sistematizado da resposta imediata a operações de proteção e socorro, assegurando uma gestão integrada de recursos operacionais mais eficaz”, define a Câmara de Ourém em nota de imprensa.

“O PPI define e operacionaliza a ativação imediata dos meios de socorro, incidindo sobre acidentes rodoviários, emergência pré-hospitalar e incêndios urbanos/industriais. No caso de incêndios rurais, prevalece o Plano de Operações Distritais; nas ocorrências registadas na Autoestrada A1 e A13, imperam os Planos Prévios de Intervenção da ANPC. Ao abrigo deste documento, o Diretor do Plano Prévio de Intervenção será o presidente da Câmara Municipal de Ourém, enquanto o Comandante de Operações de Socorro será o elemento mais graduado no Teatro de Operações”, termina a mesma informação.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome