Ourém | Município investe mais de 2,5 milhões na requalificação de ruas para “mobilidade suave”

Durante a apresentação do projeto. Foto: mediotejo.net

Os técnicos chamam-lhe “mobilidade suave” e é isso que a Câmara Municipal de Ourém pretende implementar na cidade com a Requalificação da Rua Dr. Neves Eliseu e Rua Dr. Francisco Sá Carneiro. Ressalta do projeto a criação de uma rede pedonal e uma ciclovia (com ligação à zona ribeirinha), bem como um corredor verde, num investimento superior a 2,5 milhões de euros.

PUB

Na reunião do Executivo do dia 7, foi aprovado o respetivo projeto e o lançamento do Concurso Público, que terá um valor base acima dos 2 milhões e meio de euros (2.555 683,07 euros), sem qualquer financiamento previsto, ou seja, apenas com verbas dos cofres do Município.

À semelhança do que foi feito na av. Nuno Álvares Pereira, esta obra representa uma “requalificação de fundo, há muito aguardada, numa artéria central e crucial da cidade de Ourém”, refere a autarquia em nota de imprensa.

PUB

O prazo de execução da empreitada é de 13 meses, prevendo-se que comece ainda no atual mandato. “Podemos ter condições para iniciar a obra lá para fevereiro ou março de 2021”, anunciou o Presidente da Câmara no final da reunião, em declarações aos jornalistas.

O projeto contempla um total de 203 lugares de estacionamento a que acrescem mais 17 para cargas e descargas e três de mobilidade reduzida, o que significa um aumento do número de lugares para estacionar.

PUB

Estão previstos, entre outros trabalhos, demolições, remoções, desmontagens, abates e relocalização de infraestruturas.

Contempla ainda, para além da rede viária e estacionamento, redes de rega, sinalização, mobiliário urbano, rede de pluviais e saneamento, drenagem de águas residuais e subterrâneas, rede de gás, elétrica ITUR e abastecimento de água. Mas também aspetos diferenciadores como a implementação de uma Wi-fi box numa área lúdica e de lazer, assim como um posto de carregamento de veículos elétricos.

Sendo certo que está previsto o abate de algumas árvores, o objetivo “é manter a coerência arbórea em todo o projeto. Pretende-se que haja mais árvores”, garante o Presidente da Câmara

Coube ao Chefe da Divisão de Projetos Técnicos, engenheiro César Vieira Dias, apresentar o projeto aos sete eleitos, com recurso a uma apresentação multimédia.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here