Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém: Morreu “Paulito”, figura do teatro amador de Atouguia (c/vídeo)

Morreu na madrugada de 29 de julho, sexta-feira, vítima de uma acidente de viação, Paulo Santos, 40 anos, ou “Paulito”, ator e encenador do Grupo de Teatro da Associação Recreativa e Cultural Atouguiense (GATA) e ator do Grupo de Teatro Apolo. O funeral é domingo, dia 31, pelas 15 horas, na Igreja Paroquial da Atouguia. O corpo segue depois para Coimbra, onde será cremado. As cinzas serão deitadas ao mar.

- Publicidade -

A notícia foi avançada pela manhã de sexta-feira na página de facebook da Associação Recreativa e Cultural Atouguiense (ARCA). “Hoje despedimo-nos de uma figura por todos conhecida na nossa terra. As pessoas partem mas as memórias permaneceram intactas. Obrigado por todos os momentos partilhados. A Associação Recreativa e Cultural Atouguiense apresenta aos seus familiares e amigos as suas mais sentidas condolências. Descansa em Paz, “Paulito”, refere o pequeno texto.

foto ARCA
foto Pedro Gaspar

- Publicidade -

“Paulito” era conhecido no concelho pelas grandes capacidades de representação, orientando um grupo de teatro amador.

O acidente de que foi vítima ocorreu pela 01h40, ao quilómetro 9,1 da Estrada Nacional 113, na zona da Martinela, Leiria. Tratou-se do despiste de uma viatura ligeira, conduzida pelo próprio. Paulo Santos terá tido morte imediata, sendo que as causas do acidente estão a ser investigadas pelo Núcleo de Investigação de Crimes de Acidentes de Viação (NICAV) da GNR.

Em Abril o mediotejo.net entrevistou “Paulito” após mais uma atuação do GATA no Cenourém, em que este nos falou do que é o teatro e das dificuldades em levar a palco uma peça. Deixamos aqui na íntegra o testemunho então deixado.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome