Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém: Holofotes preparados para o arranque do Festival CenOurém

Os holofotes do Cineteatro Municipal de Ourém estão preparados para a décima oitava edição do Festival CenOurém, que arranca hoje, dia 1, com oito peças levadas a cena por diversas associações e escolas locais. A iniciativa termina a 27 de maio, depois de 11 noites de espetáculos em que o teatro amador estará em destaque no concelho.

- Publicidade -

Os fins-de-semana de abril e maio no Cineteatro Municipal de Ourém estão praticamente reservados para mais uma edição do festival que mostra o melhor do teatro amador do concelho. Na edição deste ano, o CenOurém leva oito grupos de teatro associativos e escolares ao palco em 11 datas diferentes, sempre a partir das 21h30.

O festival começa no dia certo, a 1 de abril, às 21:30, com a peça “Vamos contar mentiras!”, encenada pelo grupo de teatro “Os Pépetos” do Grupo Desportivo Sobralense. Uma semana depois surgem as “Cenas insólitas na cidade furtiva” do grupo de teatro GATA (Grupo Amador de Teatro Atouguiense da ARCA – Associação Recreativa e Cultural Atouguiense), que deixam o palco do Cineteatro Municipal livre para acolher “As lições do MPP”, peça apresentada pelo grupo de teatro “MPP – Movimento P’ró Palco” da Associação dos Andrés, a 15. O programa de abril fecha no dia 22 com “A lã e a neve” do DIÓNIS – Grupo de Teatro, CRL.

- Publicidade -

No mês de maio o número de espetáculos quase duplica e, à exceção da última data, inclui atuações à sexta-feira e ao sábado. Assim será nas três primeiras semanas com “Um violino no telhado”, representada pela EB2,3 da Escola Cónego Dr. Manuel Lopes Perdigão – Caxarias (dias 5 e 6), “Morte no Solar da Azinheira – a peça que corre mal”, levada a cena pelo grupo de teatro do Clube de Cultura e Artes da Biblioteca da Escola Secundária de Ourém (dias 12 e 13) e “Doidos varridos” pelo grupo de teatro “Sem nome” da EB2,3 D. Afonso, IV Conde de Ourém (dias 19 e 20).

A última atuação está marcada para sábado, dia 27, e a responsabilidade cabe ao Grupo de Teatro APOLLO do Centro Cultural e Recreativo de Peras Ruivas, que levará ao palco a peça “Passarolos & Companhia”.

O custo dos bilhetes é único para todos os espetáculos (€2,50) e as receitas desta iniciativa realizada com o apoio do município e da empresa municipal OurémViva revertem a favor dos grupos de teatro envolvidos.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here