Ourém | Governo coloca ao dispor 1,3 milhão para obras em Fátima (c/video)

Ministro adjunto oficializa protocolo com Câmara de Ourém para obras em Fátima, 1,3 milhão

Posted by mediotejo.net on Thursday, April 27, 2017

O Ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, em conjunto com o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, assinaram na quinta-feira, 27 de abril, um protocolo com o município de Ourém que coloca ao dispor da autarquia um investimento elegível de 1.373.224 euros, com 823.394 euros de comparticipação das Direção-Geral das Autárquicas Locais (DGAL). O montante destina-se a obras em Fátima, no âmbito das celebrações do centenário das aparições.

“Os investimentos do país são investimentos para ficarem para o dia seguinte”, frisou por várias vezes o presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, salientando que se quer preparar a cidade para continuar a bem receber os peregrinos e turistas para além do 13 de maio. O município já avançou com um conjunto de obras, algumas executadas e outras contratualizadas, explicou. Alertou porém que a cidade continua com questões estruturais para resolver, como, por exemplo, as quatro entradas de Fátima que “continuam a ser uma necessidade” de intervenção.

O investimento elegível é de pouco mais de 1 milhão de euros, com uma comparticipação de 823 mil euros da DGAL. Este financiamento destina-se sobretudo a obras de requalificação em estradas, nomeadamente: ruas do centro urbano de Fátima, rua principal do Moimento, sinalização horizontal das áreas urbanas de Ourém e Fátima, requalificação urbana da Cova da Iria, requalificação da avenida dos pastorinhos e diversos arruamentos em Casa Velha.

PUB

Eduardo Cabrita reconheceu a dimensão apostólica da data e da visita do Papa Francisco, mas frisou que esta tem também uma “dimensão nacional” que não deve ser ignorada. Lembrava assim os 6 milhões de visitantes dos últimos anos e a expetativas que tal número aumente no decorrer deste ano.

Deste modo “o Governo entendeu criar um regime com um ritual específico, simplificado, agilizando os mecanismos de contratação pública” a pensar no centenário, explicou. O protocolo assinado na quinta-feira é um “apoio parcelar” para obras necessárias à cidade. A aposta é a olhar ao turismo e à transmissão de uma imagem positiva de Portugal.

 

 

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here