PUB

Ourém | Fundação EDP distingue duas escolas do concelho como “Escolas Solidárias”

O Colégio do Sagrado Coração de Maria, em Fátima, e a EB D. Afonso, 4º Conde de Ourém, em Ourém, foram distinguidas pelo programa Escolas Solidárias Fundação EDP, respetivamente com a categoria Distinção e Super Escola.

PUB

A categoria Distinção é atribuída às escolas que demonstrem um desempenho de qualidade superior e distintivo (até 20 escolas). Já o grau Super Escola é atribuído às escolas que reúnam em simultâneo os atributos: ter, no mínimo, três inscrições no Escolas Solidárias; ter 70% de grau ‘distinções’ (incluindo Revelação) no seu historial de participação; demonstrar elevada performance e uma postura de inovação/melhoria contínua (avaliação feita pelo júri).

Segundo nota de imprensa, mais de 900 alunos e professores de escolas de todo o país marcaram presença no 9.º Encontro Nacional Escolas Solidárias Fundação EDP, na terça-feira, 4 de junho, que assinalou o fim de um ano letivo dedicado a projetos de intervenção e solidariedade social. Esta edição do programa fica marcada participação de 514 escolas e 52.472 alunos.

PUB

Sob o mote “#és ou não és?”, as escolas inscritas criaram 1.359 equipas solidárias que desenvolveram 2.356 projetos no âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

“O projeto Escolas Solidárias Fundação EDP tem como objetivo a promoção da cidadania nas escolas e incentivar alunos do 2.º ciclo ao ensino secundário a envolverem-se ativamente na resolução das questões sociais que afetam a sua comunidade. Ser uma Escola Solidária significa proporcionar aos alunos uma educação integral, que tem no exercício da cidadania um instrumento de desenvolvimento pessoal e social, mobilizando anualmente dezenas de milhares de alunos e professores de escolas de todo o País”, sintetiza informação da instituição.

No 9.º Encontro Nacional Escolas Solidárias Fundação EDP foram anunciadas as 40 escolas destacadas nas categorias Revelação, Distinção e Super Escola das 129 qualificadas.

 

 

PUB
PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).