Sexta-feira, Fevereiro 26, 2021
- Publicidade -

Ourém | Fátima com um milhão de dormidas, marca Congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação

Marcando o centenário das aparições de Fátima, numa parceria com a Organização Mundial do Turismo (OMT) e com o apoio do Ministério da Economia de Portugal, o município de Ourém organiza nos dias 22 e 23 de novembro, no Centro Pastoral Paulo VI, o Congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação.

- Publicidade -

“O intenso trabalho levado a cabo nos últimos anos pelo município de Ourém fundamentou a escolha para a realização deste evento de alcance internacional que trará a Fátima os mais altos representantes dos países membros da OMT, bem como reconhecidos oradores e ilustres participantes vindos dos quatro quadrantes do mundo. A Organização Mundial de Turismo estará representada pelo seu Secretário-geral, Taleb Rifai”, refere comunicado de imprensa.

“Este evento será uma oportunidade única para a promoção de Fátima no Mundo, um verdadeiro reforço e complemento ao trabalho já realizado, como por exemplo o Workshop Internacional de Turismo Religioso. Assim, após a sua realização em cidades como Elche (2014), Belém (2015) e Utrecht (2016), o Congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação irá refletir sobre o potencial e o papel do turismo religioso e dos lugares sagrados como uma ferramenta para o desenvolvimento socioeconómico e cultural dos destinos”, continua o mesmo texto.

- Publicidade -

O objetivo do congresso passa por refletir sobre “o potencial competitivo do mercado do turismo religioso, aumentar a atratividade nos destinos religiosos, prosseguir a afirmação do turismo religioso nas redes regionais, nacionais e internacionais de inovação e partilhar conhecimento sobre as melhores formas de promover destinos religiosos”, enumera.

“Após as Nações Unidas terem declarado 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, efeméride que coincide com o Centenário das Aparições de Fátima, o Congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação pretende discutir como o turismo religioso e a peregrinação podem ser uma ferramenta eficaz para promover o desenvolvimento inclusivo e sustentável”, termina.

A OMT é a agência da ONU responsável pela “promoção de um turismo responsável, sustentável e acessível a todos”, refere a página de apresentação da instituição. No programa deste congresso encontra-se um debate sobre a proteção de locais religiosos e o papel do turismo religioso no desenvolvimento económico das suas regiões, logo no dia 22. Dia 23 serão debatidas sinergias com o turismo cultural e o futuro do setor.

Mais informações na página http://fatimaiy2017.ourem.pt/.

Hotelaria em Fátima espera atingir mais de um milhão de dormidas este ano

O presidente da Associação Empresarial de Ourém-Fátima (ACISO) perspetivou que a hotelaria de Fátima atinja mais de um milhão de dormidas este ano, um crescimento de 25% face a 2016.

“Neste momento, a tendência, face às reservas que temos, é a de termos mais de um milhão [de dormidas]”, avançou o presidente da ACISO Domingos Neves, que falava à agência Lusa no final da apresentação do programa do Congresso Internacional de Turismo Religioso, que se vai realizar em Fátima.

Segundo o responsável, em 2016 foram registadas cerca de 800 mil dormidas em Fátima, sendo que no ano do Centenário das Aparições o crescimento será de cerca de 25%.

“O fator centenário teve esse efeito de crescimento. Depois de maio, tem havido muitos dias em que os hotéis estão em ‘overbooking’. Isso nunca acontecia. Acontecia apenas a 12 e 13 de maio, 12 e 13 de agosto e 12 e 13 de outubro. Agora, tem acontecido em muitos dias durante o ano, o que é fenomenal”, realçou Domingos Neves.

Para o presidente da ACISO, seria ótimo manter o número de 2017 em 2018, mas “não será fácil”.

“Queremos dar continuidade a este crescimento, mas que seja um crescimento em relação a 2016. Será difícil manter esse nível de crescimento, mas acredito que iremos aumentar substancialmente em relação a 2016”, referiu.

Para tentar dar continuidade ao ritmo de crescimento, a ACISO procura apostar em novos mercados e “mercados emergentes”, sendo um deles o mercado asiático, que “está a ter uma importância muito grande em Fátima”.

Há cerca de 15 dias, a ACISO esteve num congresso na Coreia do Sul – terceiro maior mercado em termos de crescimento em linha com o Brasil – e, no início de 2018, estará nas Filipinas e na Índia, “mercados que têm estado a dar sinais de crescimento em Fátima”, afirmou Domingos Neves.

C/LUSA

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).