Ourém | Expetativa de Fátima é que negócios retomem em abril

jantar ocorreu a 1 de outubro em Fátima Foto: Luís Albuquerque

Na reunião camarária de terça-feira, 6 de outubro, o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, fez uma breve exposição do encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e vários empresários de Fátima, que ocorreu no restaurante Tia Alice, em Fátima, na última quinta-feira. O Presidente ouviu os problemas da economia turística local e as soluções apontadas pelos empresários. Segundo Luís Albuquerque, o sentimento geral do setor é que a vida possa estar de volta ao normal em abril.

PUB

“É a expetativa de todos nós, que em abril as coisas estejam normalizadas”, admitiu o presidente à comunicação social após a reunião camarária, salientando que o Presidente Marcelo veio sobretudo “ouvir” o setor empresarial de Fátima.

“Ele está a fazer um périplo pelo país, onde acha que poderá haver mais dificuldade”, explicou, e Fátima, devido ao impacto da pandemia no setor turístico, conseguiu ser contemplada com uma visita.

PUB

“Muitas das reivindicações enunciadas e apresentadas o Governo está atento e a legislar”, referiu Luís Albuquerque, nomeadamente a reposição do lay-off simplificado, a discussão em torno das moratórias dos créditos e a redução do IVA e a Segurança Social. Os empresários do concelho apelaram ainda a que os novos créditos possam ter um período de carência de dois anos e um pagamento a 20 anos, “para não sobrecarregar as empresas”, e que possa haver uma prorrogação dos fundos comunitários reembolsáveis.

Marcelo ficou ainda a saber mais pormenores sobre a realidade económica de Fátima, como o facto de em 2019 ter registado “1 milhão de dormidas, mais de 25% das dormidas totais da região Centro”, adiantou Luís Albuquerque. Os empresários colocaram-no ainda a par das nacionalidades que mais procuram a cidade religiosa.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here