Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém | Dia do Município marcado por apelos à vacinação e continuação do esforço de prevenção

As várias entidades da saúde da região de Ourém foram homenageadas com a Medalha de Mérito do Município na sessão solene do dia do concelho, 20 de junho. Na sua intervenção, a diretora do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo, Diana Leiria, deixou um apelo à vacinação, mensagem que foi repetida por Luís Pisco, presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo. Também a delegada de saúde de Ourém, Ana San Bento, deixou o alerta que o esforço de todos tem que continuar no combate à pandemia. 

- Publicidade -

O Centro Hospitalar de Leiria, o Centro Hospitalar do Médio Tejo, a Autoridade de Saúde do Médio Tejo e o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo, sem esquecer o ex-delegado de saúde de Ourém, José Martins, que se reformou em 2020, foram as entidades e personalidade homenageadas na área da saúde nas celebrações do dia do concelho de Ourém. O município procurou distinguir assim o esforço dos profissionais de saúde ao longo do último ano de pandemia.

Da parte do Hospital de Leiria, o presidente do conselho de administração, Licínio Carvalho, agradeceu em nome de todos os funcionários. “O concelho de Ourém pode sempre contar com o Hospital de Leiria”, garantiu ao público presente no Teatro Municipal. O mesmo agradecimento foi deixado por Ivone Caçador, diretora clínica do Centro Hospitalar do Médio Tejo, que recebeu a distinção com Piedade Pinto, do Conselho de Administração.

- Publicidade -

Ana San Bento, atual delegada de saúde pública de Ourém, foi receber a medalha em nome da Autoridade de Saúde do Médio Tejo, deixando o alerta que a pandemia continua e o esforço de prevenção e controlo ainda é necessário da parte da população.

O mesmo repto foi deixado por Diana Leiria, diretora executiva do ACES Médio Tejo, que adiantou que as camadas mais jovens da população são mais resistentes à vacinação, agendando a vacina mas não aparecendo à marcação. “A pandemia não acabou”, frisou, deixando o apelo a que se vacinem. 

Seguiu-se uma pequena palestra de Luís Pisco sobre o atual estado da Saúde, agradecendo aos profissionais que estiveram na linha da frente da pandemia e referindo alguns números que dão conta da retoma das consultas de atendimento primário. No concelho de Ourém, adiantou, já foram realizadas 36 mil inoculações da vacina da Covid-19, sendo que existem 47.700 pessoas registadas nos postos de saúde deste território. A grande maioria, frisou, é população idosa, sendo o índice de envelhecimento da população “expressivo” em Ourém. 

Ourém é o concelho com maior taxa de vacinação do Médio Tejo, frisou, seguindo-se Tomar, Abrantes e Torres Novas. Luís Pisco elogiaria assim o esforço do município de Ourém nesta área, evidenciando “visão estratégica”. 

 

A terminar, Luís Pisco também lembrou que a “pandemia ainda não passou”.

“A pior coisa que podíamos fazer é baixar os cuidados. A vacinação tem que continuar”, reiterou, frisando a necessidade de ultrapassar os 70% de vacinados a nível nacional. “Temos que continuar a trabalhar na vacinação e na testagem”, concluiu.

Presidente agradeceu a profissionais de saúde, mas também bombeiros e proteção civil o esforço durante a crise pandémica Foto: mediotejo.net

Neste dia do concelho, o município homenageou ainda com a medalha de mérito a empresa Bela Noiva, assim como o bombeiro Mário Costa Pereira, na reserva desde 2020. A título póstumo, foram entregues medalhas às famílias do Padre da Freixianda, Benevenuto Dias, dos jornalistas e comunicadores Carlos Santos Pereira e Rui Melo, e do fundador da Casa do Povo de Fátima, Luís Vieira Marques. 

Na sua intervenção, o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, agradeceu a todos os profissionais de saúde, sobretudo os envolvidos no esforço de vacinação no concelho. O mesmo agradecimento estender-se-ia aos bombeiros e Proteção Civil.

Apelando à continuação do cumprimento das normas sanitárias, referiu que o município já investiu 3 milhões de euros em apoios a empresas e famílias afetadas pela pandemia, sublinhando o compromisso da autarquia com esta luta desde março de 2020.

VIDEO: INTERVENÇÃO DE LUIS ALBUQUERQUE, PRESIDENTE CM OURÉM:

Luís Albuquerque lembrou o protocolo assinado durante a sessão de adesão à Rede Nacional de Centros Locais de Apoio à Integração de Migrantes, agradecendo a presença da Secretária de Estado para a Integração e as Migrações. Frisou ainda a importância da elaboração do Plano de Urbanização da cidade de Ourém para o desenvolvimento da cidade, que celebrou 30 anos de elevação urbanística nesta data.

A terminar, Luís Albuquerque deu conta das várias obras que o seu executivo está a levar a efeito em prol do desenvolvimento do concelho.  

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome