- Publicidade -
Quinta-feira, Janeiro 20, 2022
- Publicidade -

Ourém | Concertos, teatro e conferências marcam janeiro no Teatro Municipal

O mês de janeiro traz um conjunto de espetáculos e conferências ao Teatro Municipal de Ourém (TMO). Depois de Mário Laginha Trio ter atuado no dia 15, o ciclo cultural prossegue no sábado, dia 22, com o pianista João Paulo Esteves da Silva a atuar às 21:30, num concerto que promete uma dose de improvisação.

- Publicidade -

Para dia 27, está previsto decorrer uma oficina de sensibilização para a desinformação na sala estúdio, a partir das 10h00, destinada ao público escolar. Frederico Baptista dirige a sessão “Fake aka Mentira”.

No dia 28, às 19h00, vai decorrer a sessão de debate intitulada “Falsa Conferência, Verdadeira Conversa: Jornalismo e Ciência” com Paulo Pena e David Marçal. Este será um “espaço de conversa, onde um moderador põe em diálogo diferentes perspetivas acerca do verdadeiro e do “fake” e onde se partilham boas histórias sobre boas mentiras”.

- Publicidade -

Já dia 29, pelas 21h30, o grupo Formiga Atómica apresenta o espetáculo “Fake” na sala principal do TMO. “«Fake» gravita em torno da figura de Norma B.: uma famosa escritora de romances policiais.

Na sua bibliografia, encontra-se um título curioso: “Como Assassinar O Seu Marido”, a história de uma mulher que, como o próprio nome indica, não termina sem que o seu marido seja assassinado. É esse título que lhe traz notoriedade, pela circunstância de alguns anos depois, Norma ser detida, acusada pela misteriosa morte do seu próprio marido – um famoso professor de culinária”, adianta a sinopse do espetáculo.

- Publicidade -

“«Fake» explora as tensões entre a verdade e a mentira, informação e desinformação, crenças individuais, coletivas e a nossa propensão para acreditar nos preconceitos que carregamos”, refere.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome