- Publicidade -

Ourém | Capela de São Sebastião vai ter projeto para espaço de visitação

O executivo municipal de Ourém aprovou na reunião de segunda-feira, 5 de julho, o relatório de inspeção e diagnóstico, realizado pela firma GEPECTROFA, à capela de São Sebastião, na freguesia de Atouguia. O objetivo é tornar o edifício um espaço de visitação, na senda da lenda associada ao lugar de que foi ponto de paragem de D.Nuno Álvares Pereira a caminho de Aljubarrota. O projeto poderá porém ter que aguardar os fundos comunitários do 2030.

- Publicidade -

Segundo explicou aos jornalistas o presidente da Câmara, Luís Albuquerque, este estudo do edifício em ruínas pretendeu traçar o caminho para dar ao espaço, uma vez que ele não tem particular interesse patrimonial. Há vários anos que se fala em requalificar a capela, mas o projeto nunca avançou. Com o relatório concluído, pretende-se agora avançar para o projeto de execução, com vista a transformar o lugar num ponto turístico.

“É bem possível que possa haver apoios comunitários adequados no 2030 e é importante ter um projeto”, explicou o presidente, não se comprometendo com datas para a possível recuperação da capela. “O relatório já nos dá ideias do estado da ruína  e aponta um caminho de requalificação”, adiantou, “parece-me que há condições para o recuperar”.

- Publicidade -

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -