Ourém | Bombeiros de Fátima querem Papa a inaugurar quartel e criticam falta de investimento do Governo

Cardeal D.António Marto benzeu as sete novas ambulâncias dos Bombeiros de Fátima Foto: mediotejo.net

Os Bombeiros de Fátima apresentaram na quinta-feira, 13 de agosto, a sua nova frota, composta por sete novas ambulâncias financiadas por um conjunto de entidades privadas, como o Santuário de Fátima, a Transfor e a comunidade ouriense estabelecida em Nova Jérsia (EUA). Na sua intervenção, o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros de Fátima, Amorim Gonçalves, criticou o governo por se ter afastado do desejado financiamento público ao novo quartel da corporação e manifestou a vontade de que seja o Papa Francisco a inaugurar o equipamento, quando estiver em Portugal por ocasião das Jornadas Mundiais de Juventude de 2023.

PUB

“Lamentamos que o governo não esteja disponível para comparticipar este nosso esforço de construção, de uma infraestrutura de proteção e socorro, dirigida a milhões de cidadãos, peregrinos e turistas de todo o mundo, que visitam Fátima anualmente”, afirmou o responsável. “Recentemente fomos informados pela srª Secretária de Estado da Proteção Civil, Drª Patrícia Gaspar, de que o governo não tem verba para apoiar a construção das nossas infraestruturas de proteção e socorro. Esta dificuldade não será suficiente, para deixarmos de trabalhar com o objetivo, de termos a nossa infraestrutura operacional em 2023, por ocasião das Jornadas Mundiais da Juventude e a vinda do Papa a Portugal”, adiantou.

Benção das novas ambulâncias dos Bombeiros de Fátima

Publicado por mediotejo.net em Quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Marta Soares na benção das ambulâncias dos Bombeiros de Fátima. Presidente da corporação, Amorim Gonçalves, afirmou há pouco que quer que seja o Papa a inaugurar o novo quartel em 2023, lamentando que Governo não financie a obra

Publicado por mediotejo.net em Quinta-feira, 13 de agosto de 2020

As Jornadas em Lisboa, adiadas para 2023 devido à pandemia de covid-19, têm uma participação estimada de 1,5 a 2 milhões de jovens de todo o mundo, referiu Amorim Gonçalves. A expetativa é que estes passem também por Fátima. “É nosso desejo que seja o Papa a benzer e a inaugurar a infraestrutura de Proteção e Socorro que já começámos a construir. Fátima é um património mundial, um símbolo de luz e paz, que serve de farol espiritual ao mundo. Não compreendemos como é o que o nosso governo não está sensível a esta realidade. Proteger e socorrer quem nos visita, é um dever nacional e não só católico ou local”, lamentou.

PUB

Presente na ocasião, o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, partilhou do descontentamento com os organismos governamentais. “É pena que este gesto tão bonito que hoje estamos a assistir”, refletiu, “não tenha de quem de direito a atenção necessária, na hora certa e no momento certo” para entender a necessidade da corporação fatimense ter as “ferramentas adequadas” para a prestar o seu serviço. O responsável terminaria a comentar que esperava que imperasse o bom senso.

As sete ambulâncias benzidas na quinta-feira foram financiadas por um amplo conjunto de entidades, permitindo assim renovar a frota da corporação, que em 2019, recorde-se, perdeu dois veículos em acidentes no espaço duma semana. As ambulâncias, de socorro e uma de transporte de doentes, foram oferecidas pelo Santuário de Fátima, por uma família que permaneceu anónima, por um conjunto de contributos provenientes da comunidade ouriense estabelecida em Elizabeth (Nova Jérsia, EUA), pelo Instituto Nacional de Emergência Média (INEM) e pela empresa Transfor.

PUB

A encerrar a bênção, o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, manifestou a disponibilidade do município para ajudar a corporação, mas evidenciou as limitações da autarquia. Lembrou porém que já foram investidos 800 mil euros na Associação Humanitária dos Bombeiros de Fátima.

Na cerimónia esteve presente Rui Valério, o Bispo das Forças Armadas, que é natural de Urqueira, no concelho de Ourém. Outra das figuras de honra, que apadrinhou uma das viaturas, foi o antigo Reitor do Santuário de Fátima, Monsenhor Luciano Guerra.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here