PUB

Ourém | Autarca reúne com CEO da ‘Be Water’ por problemas da sobrefaturação

Na sequência dos esclarecimentos solicitados à administração da “Be Water, S.A.”, o Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, recebeu a visita de Alberto Carvalho Neto, CEO desta empresa, que também detém a “Be Water – Águas de Ourém”.

PUB

A reunião de trabalho versou sobre a problemática em torno da sobrefaturação dos serviços de saneamento e resíduos urbanos, considerada excessiva por largas dezenas de oureenses, tendo resultado em inúmeras queixas junto desta empresa privada.

Em comunicado, a autarquia dá conta que, da reunião, “resultou a garantia, perante o Presidente da Câmara Municipal, de que a Be Water está a acompanhar e a resolver todas as situações que têm vindo a ser identificadas, assim como as que têm sido comunicadas pelos utilizadores, lamentando todo o transtorno provocado por esta situação”.

PUB

A “Be Water – Águas de Ourém” esclareceu, também, que “o erro foi minimizado a partir de dezembro de 2020”, tendo sido “revistos os critérios de anomalias de faturação e automatismos digitais associados, por forma a evitar a recorrência deste erro”.

Ainda neste contexto, resultou a garantia de que a empresa “suspendeu os cortes durante os meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021, prevenindo eventuais necessidades de correção em faturas com prazos ultrapassados.”

PUB

Para melhor responder a todas as dúvidas e reclamações, a “Be Water – Águas de Ourém” está a privilegiar o contacto através do email aguas.ourem@bewater.com.pt prometendo maior agilidade e eficácia na resposta através desta via, pode ler-se ainda no comunicado da autarquia.

PUB
PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).