Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sexta-feira, Agosto 6, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém: Associação Caminhos de Fátima ainda na fase de projeto

Os 14 municípios que integram a Associação Caminhos de Fátima reuniram-se na tarde de quarta-feira, 11 de maio, para fazer um ponto de situação sobre o novo trajeto Gaia-Ourém, apresentado em outubro no Santuário de Fátima.

- Publicidade -

A direção e a assembleia-geral da instituição estiveram a discutir a parte burocrática do projeto, sendo que a informação final sobre o traçado deverá estar concluída até dia 31 de maio e o projeto de execução até 15 de julho.

Recorde-se que esta Associação foi criada com o fim de organizar troços mais seguros para os peregrinos que todos os anos caminham até Fátima, retirando-os das estradas nacionais. O primeiro projeto parte do Norte do país, percorrerá mais de 200 quilómetros e terá um custo total de 7,5 milhões de euros em requalificação e sinalização. Cerca de 3,5 milhões já foram garantidos pelo Governo, o restante terá ainda que se candidatar a fundos comunitários.

- Publicidade -

A Associação Caminhos de Fátima foi formalmente constituída em fevereiro e ainda se encontra na fase de organização do projeto, com os 14 municípios a confirmarem se este novo trajeto se adequa às necessidades locais.

Sobre as obras de requalificação, o presidente da Associação e da Câmara de Pombal, Diogo Mateus, esclareceu que há pequenas obras que poderão avançar entretanto, a cargo de cada autarquia, mas os trabalhos maiores precisam ainda de ir a concurso, pelo que não pode avançar datas. “O que foi pedido aos municípios foi que definam prioridades”, afirmou.

A Associação está ainda aberta à entrada de outros municípios, sendo que se pretende que o seu trabalho vá além de 2017, dotando o país de percursos seguros de peregrinação. Integram a associação os concelhos de Vila Nova de Gaia, Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Albergaria-a-Velha, Águeda, Anadia, Mealhada, Coimbra, Condeixa, Soure, Pombal, Leiria e Ourém.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome