- Publicidade -

Ourém assinala 30 anos de elevação a cidade com iniciativas ao longo de 2021

O executivo PSD-CDS apresentou em reunião de executivo o programa de celebração dos 30 anos de elevação de Vila Nova de Ourém a cidade. O plano prevê várias iniciativas, inaugurações de obras e um ciclo de conferências focado na cidade.

- Publicidade -

Vila Nova de Ourém, nome pelo qual Ourém ainda é conhecida, mesmo em determinados registos oficiais, foi elevada a cidade em 1991, integrando a zona “nova” e a vila medieval, onde se situa o Castelo. Em ano de aniversário, o município quer marcar a data com atividades que possam unir a comunidade e pensar a cidade.

Segundo o programa apresentado em reunião de câmara, vão ser incluídas nas celebrações dos 30 anos a inauguração do Teatro Municipal, a reabertura do Castelo e Paço dos Condes, a reabertura do Jardim de Le Plessis Trévise e a aprovação do Plano de Urbanização de Ourém. O dia 20 de junho, dia da cidade de Ourém, terá também um programa celebrativo específico.

- Publicidade -

Em novembro vai realizar-se um ciclo de conferências, subordinado ao tema “Cidade de Ourém em 2041”. Vai haver ainda uma exposição de fotografia sobre Ourém e um concurso de fotografia, além de um festival de desporto. Está prevista também uma caminhada dos 30 anos, um Encontro de Desenho Urbano na Cidade de Ourém e pequenos concertos em vários locais exteriores da cidade.

Está ainda planeada uma exposição de Roberto Chichorro, uma retrospetiva sobre os 30 anos da cidade na Casa do Administrador, uma exposição de livros de autores oureenses, um documentário, um projeto comunitário de música.

As atividades vão envolver as escolas e o comércio, havendo também a elaboração de uma peça de arte urbana. “É um pouco como se fosse uma festa de anos nossa”, explicou a coordenadora do projeto, a vereadora Isabel Costa (PSD-CDS), mas envolvendo toda a comunidade. “Comemorar os 30 anos mas projetar a cidade para os 50”, adiantou.

O formato de alguns dos eventos ainda não está fechado, uma vez que se encontra dependente da evolução da pandemia. No debate, o PS sugeriu que se discutisse nas conferências o concelho de Ourém rural e o concelho de Ourém urbano, mas Luís Albuquerque salientou que o foco do programa é em exclusivo a cidade. Cília Seixo (PS) argumentaria que a cidade tem que ser pensada no seu conjunto.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -