- Publicidade -

Ourém | Assembleia Municipal aposta em iniciativa de Assembleia Jovem

A Assembleia Municipal de Ourém (AMO) está a desafiar as escolas do concelho, do 2º ciclo ao secundário, a participarem no projeto AJO – Assembleia Jovem de Ourém, no próximo ano letivo. A estrutura será organizada por equipas que irão discutir propostas, este ano ligadas ao património, sendo a proposta vencedora apresentada em Assembleia Municipal como recomendação à Câmara de Ourém.

- Publicidade -

“Sobre o lema ‘E tu, vais agir?’ a Assembleia Jovem de Ourém é um projeto inovador no nosso concelho que tem como objetivo principal motivar e desenvolver nos jovens, competências para o exercício de uma cidadania ativa e responsável, valorizando a sua participação informada. Pretende ainda aproximar os jovens dos eleitos locais, realçando a importância do seu contributo para a resolução de problemas de âmbito local, dando-lhes voz junto dos órgãos municipais”, refere a AMO em comunicado de imprensa.

Para o presidente da AMO, João Moura, o desenvolvimento de uma Assembleia Municipal para os mais jovens é a “concretização de um objetivo que possibilita aos estudantes a construção de um projeto local, a sua defesa junto dos seus pares e a sua apreciação em sede de Assembleia Municipal. Na verdade, terão a oportunidade de ver concretizada a sua ideia, dentro daquilo que é razoável.”

- Publicidade -

O tema desta primeira AJO é a defesa e a promoção do património, área que poderá ser abordada das mais diversas formas. João Moura não tem dúvidas de que “vão existir projetos muito bons, que nos vão deixar com muita vontade de os implementar.”

A AJO vai decorrer em três etapas e em dois escalões diferentes (2º e 3º ciclo e Secundário). A primeira etapa terá lugar no início do próximo ano letivo com a divulgação do projeto aos alunos e as eleições para a escolha dos representantes de cada escola. Nesta fase, cada equipa terá de apresentar uma proposta e defendê-la junto dos seus pares, sendo eleita a que obtiver mais votos.

Numa segunda fase decorre a Assembleia Jovem de Ourém propriamente dita (dividida em dois escalões), em que cada equipa terá assento na AJO, como se de uma Assembleia Municipal se tratasse. Nesta ocasião cada equipa apresenta e defende o seu projeto às outras escolas, sendo votada a melhor proposta de cada escalão. A sessão da Assembleia Jovem de Ourém será liderada pelo presidente da AMO e terá um regimento próprio.

Na terceira fase a equipa vencedora de cada escalão terá assento numa sessão da Assembleia Municipal de Ourém e apresentará a sua proposta sob a forma de recomendação ao executivo municipal.

Além da oportunidade de verem as suas propostas serem apreciadas pelos membros da Assembleia Municipal de Ourém, está ainda previsto a atribuição de um prémio às equipas vencedoras.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -