Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém | Apoio à Natalidade e à Infância recebe 179 inscrições no primeiro ano

Até à data de 18 de dezembro, o município de Ourém já havia recebido 179 inscrições candidatas ao Apoio à Natalidade e à Infância. Dentro deste número, foram apoiadas 129 crianças, estando as restantes em análise. A medida teve efeitos a partir de 1 de janeiro de 2018 e remete-se a crianças nascidas a partir dessa data e até aos três anos, num valor anual entre os 500 e os 800 euros (mediante escalão) em despesas dedutíveis. Sendo esta uma das bandeiras da campanha eleitoral do PSD-CDS, o presidente Luís Albuquerque está satisfeito com os resultados.

“Parece-me que é um balanço extremamente positivo, de que muitos duvidavam”, comentou o autarca numa sessão com jornalistas, face a uma questão do mediotejo.net sobre o balanço do primeiro ano da medida de apoio à natalidade. “Hoje é uma realidade”, afirmou, constatando que as pessoas de todo o concelho aderiram à iniciativa.

“Se calhar excedeu as expetativas, tendo em conta a média dos últimos anos”, refletiu, analisando o número de nascimentos. Ainda assim, “tencionamos durante o próximo ano aumentar a divulgação desta medida, para que todos tenham acesso a ela”, garantiu.

Até ao momento apenas uma inscrição foi recusada, uma vez que o casal não vivia no município há um ano. A meio do ano surgiu a informação de que a medida não estaria a ser devidamente divulgada junto do norte do concelho, situação que o presidente afirma ter sido ultrapassada.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome