- Publicidade -
Quinta-feira, Janeiro 20, 2022
- Publicidade -

Ourém | António Manalvo é o novo vereador do MOVE

Depois de Teresa Marques e João Paulo Rebelo, o último ano de mandato do Movimento Ourém Vivo e Empreendedor (MOVE) na Câmara de Ourém será dirigido por António Manalvo, um chefe de cozinha natural de Caxarias, Ourém. De recordar que a alternância no cargo de vereador foi uma das prerrogativas eleitorais do MOVE, movimento liderado pelo ex-presidente da Câmara Vítor Frazão, por forma a criar escola autárquica. O autarca ocupou a vereação apenas no primeiro ano de mandato, tendo de seguida renunciado ao cargo.

António Manalvo exerceu pela primeira vez a função de vereador na reunião camarária de 3 de fevereiro, sexta-feira. “É para mim uma honra assumir hoje as funções de vereador da Câmara Municipal na sequência do projeto do MOVE”, afirmou em declaração de voto. “Não me furtarei a esforços para, aplicando-me ao máximo nesta matéria autárquica, contribuir para o desenvolvimento do meu concelho, num ano que é marcante para o mesmo, com a vinda de Sua Santidade o Papa Francisco, em maio próximo, inserida no contexto do centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima”, frisou.

Colocando-se à disposição dos munícipes, terminou referindo que na reunião de 17 de fevereiro (privada) entregará um “relatório escrito onde se assinalam as obras que se consideram essenciais e que, no nosso entender, algumas delas já deveriam ter sido executadas ou estarem em execução”.

António Manalvo tem 54 anos, é licenciado em Marketing Turístico e formador em Cozinha e Pastelaria do IEFP. À comunicação social frisou que “as expetativas são as melhores” para estes próximos meses, defendendo que vai “sempre zelar pelo bem dos nossos munícipes, sem distinguir norte e sul”.

O autarca, que vive a sua primeira experiência política, estava nas listas do MOVE e afirmou que aceitou o lugar na vereação “rapidamente”. Estará ao dispor dos munícipes nos dias das reuniões de câmara (1ª, 3ª e 5ª sextas-feiras do mês).

- Publicidade -

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome