Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ourém: Aldi vai abrir nova superfície em Fátima

Depois de ter fechado o seu espaço comercial em Ourém no final de Setembro de 2015 (é atualmente uma, vulgo,”loja chinesa”), a marca alemã de supermercados Aldi está a preparar-se para abrir nova superfície, desta vez em Fátima, na rua São João de Deus. O empreendimento foi aprovado por unanimidade na reunião camarária de 15 de julho.

Estava em votação um recurso hierárquico apresentado pela empresa Ratisbona – Promoções e Construções – Sociedade Unipessoal, Lda (responsável pela construção de vários Aldi no país), ou seja, uma contestação ao indeferimento do projeto do supermercado realizada pelo vice-presidente Nazareno do Carmo.

Segundo a declaração de voto dos vereadores da coligação PSD-CDS “depois de analisar as razões invocadas pela empresa na sua contestação ao indeferimento e ouvidas as alegações do Sr. Vereador Nazareno do Carmo sobre o assunto em discussão, nomeadamente sobre as razões que o levaram a alterar a posição inicial de aprovação do projeto (despacho de 22/01/2016), os vereadores da Coligação votaram favoravelmente o recurso hierárquico apresentado, com a consequente anulação do despacho de indeferimento de 17 de Maio de 2016. Esta decisão foi tomada por unanimidade”.

Deste modo, apesar de Nazareno do Carmo ter reprovado o projeto do supermercado (não pôde votar o recurso hierárquico), o executivo deu razão à empresa, pelo que se avança em definitivo com a construção do Aldi em Fátima. Ainda assim, “os vereadores da Coligação PPD/PSD-CDS/PP, recomendaram ainda, tendo em conta o local previsto para a implantação da superfície comercial, que seja efetuado um novo estudo de tráfego, com os contributos do Departamento Técnico do Município, de forma a minimizar os possíveis congestionamentos nas vias envolventes, criando uma solução eficaz para o trânsito local”.

De recordar que o Aldi passou por um processo de reestruturação no final de 2015, tendo fechado também a sua superfície no Entroncamento. Na sua maioria, referiu na ocasião a empresa, os funcionários seriam transferidos para outras lojas.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here