- Publicidade -
Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Ourém | Agroal abre época balnear. Município preocupado com mês de agosto

A lotação da praia fluvial do Agroal, em Ourém, é de cerca de 200 pessoas, tendo a autarquia implementado medidas para ampliar o areal, incluindo do lado de Tomar. O presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, esteve a realizar campanhas de sensibilização na praia nos últimos fins de semana e admitiu que está preocupado com a afluência durante este mês de agosto. A época balnear abriu no dia 1 de julho.

- Publicidade -

A APA ainda não acertou com o município a data para hastear a Bandeira Azul e a Bandeira Qualidade Ouro, pelo que a praia abriu oficialmente, com as respetivas medidas de segurança definidas pela Direção-geral de Saúde (DGS), sem as bandeiras hasteadas. Os documentos disponíveis na página eletrónica da APA indicam que a lotação do Agroal ficou definida em 120 pessoas, mas a informação do município de Ourém aponta para um pouco mais de 200, tendo sido inclusive ampliado o areal para esse efeito.

O controlo de entradas, como já anunciado, será realizado por meio de pulseira, estando toda a praia fluvial vedada. Também há controlo no acesso à piscina, mas não há informação disponível sobre a lotação.

- Publicidade -

O município fez algumas ações de sensibilização nos últimos fins de semana e Luís Albuquerque garante que até ao momento não tem havido problemas, mas admitiu que o avançar do verão e o regresso dos emigrantes o preocupa. “No fim de semana que lá estive pareceu-me que estaria eventualmente já perto das 200 pessoas. Não pode encher muito mais que aquilo”, refletiu.

O verão, nomeadamente o mês de agosto, é “uma incógnita”, reconheceu. O facto é que este ano é impossível de prever como será o impacto dos emigrantes, dada as incertezas trazidas pela pandemia nas deslocações internacionais.

Foto: CMO

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome