Ourém | Agroal abre época a 1 de julho com hastear da Bandeira Azul

Praia fluvial do Agroal, Ourém. Foto: mediotejo.net

A praia fluvial do Agroal, na União de Freguesias de Freixianda, Formigais e Ribeira do Fárrio, abre a sua época balnear a 1 de julho, no mesmo dia em que hasteia a Bandeira Azul. A partir dessa data o acesso passa a ser condicionado. Até lá, não obstante a afluência que se tem feito sentir nos últimos fins de semana, o acesso permanece aberto, podendo a GNR ser accionada caso se verifiquem grandes ajuntamentos de pessoas.

PUB

O município de Ourém continua a aguardar por diretivas para saber como proceder, nomeadamente em termos da lotação limite para a praia do Agroal. Para já, avançou o presidente da Câmara, Luís Albuquerque (Coligação Ourém Sempre PSD/CDS-PP), numa videoconferência de imprensa com jornalistas na segunda-feira, 25 de maio, é certo que haverá uma equipa em permanência a higienizar os balneários públicos. O acesso à praia, onde está a cancela, será controlado.

A cafetaria municipal, adiantou o presidente, será novamente concessionada, uma vez que surgiram interessados. Os bombeiros também tornarão a marcar presença na praia.

PUB

Questionado sobre a afluência ao espaço no último fim de semana, tendo sido registado inclusive por banhistas algum “verde” na piscina, Luís Albuquerque explicou que a praia ainda não está completamente preparada para a prática balnear, faltando finalizar a limpeza, colocação de areia e alguns arranjos em equipamentos. O espaço balnear só fica oficialmente pronto a banhos dia 1 de julho, no mesmo dia em que se hastear a Bandeira Azul, galardão que recebeu mais uma vez, e pelo 4º ano consecutivo.

Sobre o ajuntamento de pessoas, uma vez que a praia permanece aberta, o autarca referiu que até julho terá que reinar o “bom senso e a responsabilidade das pessoas”.

“Se virmos um risco excessivo teremos que pedir à GNR” para fazer a ronda pela praia com mais frequência, referiu o presidente.

PUB

A praia do Agroal vai continuar a ter nadador-salvador e a presença dos bombeiros voluntários, e funcionará das 09:00 às 19:00.

Luís Albuquerque informou ainda que a praia ainda tem as comportas abertas, pelo que “tem o nível muito baixo”.

“Até 01 de julho iremos realizar ações de limpeza e colocar mais areia na praia, para receber as pessoas nas condições que merecem”, adiantou.

A construção de passadiços no local só deverá avançar para “outubro ou novembro”.

O presidente explicou que depois de ter o parecer positivo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), o projeto obteve um parecer negativo da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

“As alterações pedidas iam de encontro ao parecer do ICNF. Chamámos as duas entidades ao local e encontrámos uma solução. Reformulámos o projeto e já temos a aprovação da APA. Falta a resposta do ICNF para lançarmos o concurso”, justificou.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here