Ourém | ACISO quer revitalizar zona histórica de Ourém

Domingos Neves Foto: CM Ourém

Na sexta-feira, 22 de junho, a ACISO – Associação Empresarial Ourém Fátima celebrou os seus 75 anos (nasceu em 1943 como Grémio do Comércio do concelho de Vila Nova de Ourém), apresentando um balanço das ações desenvolvidas para consolidar a marca Fátima. No seu discurso, o presidente da ACISO, Domingos Neves, não esqueceu o comércio local, referindo que se pretende apostar mais na zona histórica de Ourém.

“É nossa intenção e a curto prazo lançar um projeto para revitalizar a zona histórica em estreita colaboração com a Câmara Municipal envolvendo os jovens empresários, criando dinâmicas associadas ao artesanato, agricultura e tecnologias”, referiu Domingos Neves. A ACISO já promoveu uma conferência focada na indústria do móvel, “mas haverá noutras áreas onde pretendemos intervir e que merecem o nosso reconhecimento, nomeadamente a industria da pedra, madeira e metalomecânica”.

Quanto ao turismo religioso de Fátima, a aposta continua a ser na promoção além fronteiras, em países como Polónia, Brasil, Colômbia, EUA, Filipinas, Índia e Coreia do Sul. “Nesse sentido, a ACISO é hoje mais que uma associação nacional, é uma associação internacional”, frisou.

De salientar ainda os 515 mil terços do centenário vendidos no último ano. “Não há memoria que um objeto religioso tenha tido um extraordinário volume de vendas, em tão pouco tempo”, afirmou.

“Para que todos estes projetos tenho sido possível executar, a ACISO teve necessidade de restruturar o seu quadro de pessoal, adequando-o àquilo que os nossos associados esperam de nós; assinamos múltiplos protocolos de colaboração, visando alargar o espectro de serviços que proporcionamos; candidatamos e/ou executamos vários projetos nacionais e comunitários, de empreendedorismo, formação profissional, promoção nacional e internacional, sem descurar o apoio quotidiano e a representação associativa”, enumerou.

“Quero aproveitar para manifestar o nosso reconhecimento pela atribuição da Medalha de Ouro do município à ACISO como forma indelével para o desenvolvimento empresarial e socioeconomico deste concelho”, terminou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here