Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Julho 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Oito restaurantes de Mação acolhem até domingo Festival da Lampreia

O Arroz de Lampreia volta a ser a rainha na mesa de 8 restaurantes do concelho de Mação no âmbito do Festival da Lampreia, uma iniciativa da Câmara Municipal de Mação, em parceria com os restaurantes aderentes e com o apoio da Pinhal Maior, e que este ano decorre até domingo, dia 3 de abril.

- Publicidade -

Eleito como a “Estrela do Médio Tejo” na categoria de Prato Principal a nível regional, o tradicional Arroz de Lampreia é um dos pratos típicos do município de Mação sendo dos mais conhecidos e procurados por apreciadores de todo o país.

A lampreia ocupa lugar de destaque no programa gastronómico do concelho de Mação, a terra dos três “A’s” – assim chamado pelas “boas águas, bons ares e bom azeite” -, município com 14 quilómetros de margem ribeirinha e fortes tradições piscatórias, e onde os meses de fevereiro e março são passados com mostras de especialidades regionais à base dos peixes de arribação, que sobem o rio para a desova e dali não passam, por força do paredão da barragem de Ortiga/Belver.

- Publicidade -

maçao2
O restaurante ‘ O Bigodes’, em Ortiga, é um dos participantes no Festival e um dos especialistas na confeção da lampreia

Em terra de pescadores, hoje pouco mais de 9 famílias e muitas barreiras pelo caminho, o famoso ciclóstomo, tão típico deste concelho, continua a assumir o seu histórico lugar de destaque nas ementas dos restaurantes, sobretudo pela forma única e especial como é confecionado: em Mação o arroz é feito com o sangue da lampreia e servido separado da mesma. Mas também quem quiser o arroz em branco, para apurar ao gosto com o molho e os nacos de lampreia, não deixará de ser servido.

A excelência da lampreia e do peixe do rio, assim como dos pratos que a partir dali se confecionam, têm feito do município, ao longo dos tempos, um ponto de referência a nível nacional. “Mação mantém com este festival bem viva a tradição, ao mesmo tempo que promove as suas potencialidades, dinamiza as atividades turísticas e a restauração, numa iniciativa que também se configura como um importante contributo para a economia local”, destacou o presidente da Câmara de Mação, Vasco Estrela.

maçao3
Em Mação o arroz é feito com o sangue da lampreia e servido separado da mesma

Questionado sobre a sua opinião sobre a lampreia no prato, o autarca disse “cada vez gostar mais”, nomeadamente “à moda de Mação”. Vasco Estrela, enquanto “presidente de todos os maçaenses”, assegura que vai tentar ir degustar o arroz de lampreia “a todos” os restaurantes do concelho. Tem um mês e uma semana, o autarca presidente, para concretizar o périplo gastronómico, de 27 de fevereiro e 3 de abril.

Sendo este ciclóstomo uma espécie piscícola de arribação, a lampreia pouco tempo passa dentro destas águas, uma vez que sobe o rio para a desova, sendo então pescada e saboreada.

António Louro, vice-presidente da Câmara de Mação, destacou que, “apesar das questões do rio Tejo e da preocupação ligada à lampreia e da fauna piscícola do rio, a lampreia será provavelmente das menos afetadas em termos de qualidade por questões de poluição, porque tem escasso tempo de permanência nas águas do Tejo”.

Na edição deste ano participam 8 restaurantes, que servem o tradicional Arroz de Lampreia, ao mesmo tempo que servem como entrada o presunto Marca Mação, oferecido pela autarquia, outro dos produtos de excelência deste concelho do Médio Tejo.

AS MELHORES MESAS:

– A Lena – Ortiga – 241 573 457

Todos os dias – almoço, com reserva

– Avenida (Pica-Fino) – Mação – 241 572 585 / 966 225 784

Fim de semana – almoço e jantar

Dias da semana – almoço e jantar, por encomenda

(encerra à segunda-feira)

– Café Restaurante da Reta – Mação – 969 459 660

Sexta-feira e sábado – almoço

Restantes dias – almoço e jantar, por marcação

– Casa Cardoso – Envendos – 241 555 134 / 961527716

Quarta-feira – almoço, por encomenda

– O Bigodes – Ortiga – 241 571 230 / 964 677 705

Todos os dias – almoço e jantar

(encerra à quarta-feira)

– O Godinho – Mação – 241 572 874 / 962 536 310

Todos os dias – almoço, por encomenda

(encerra ao domingo)

– O Pescador – Mação – 241 573 180 / 934 244 472

Todos os dias – almoço e jantar (aconselha-se reserva)

(encerra à segunda-feira)

– Solar do Moinho – Cardigos – 274 866 505 / 910 308 055

Todos os dias – almoço e jantar, por encomenda

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here