- Publicidade -

“Obrigado Eng.º António Guterres”, por Hugo Costa

Existem pessoas que pelo seu exemplo devem inspirar cada um de nós. Nem todos têm essa capacidade de inspirar a sociedade em que vivemos. O Eng.º António Guterres, pelo seu percurso ímpar, é umas das pessoas que consegue esse feito. A sua candidatura a Secretário-Geral das Nações Unidas é uma lufada de “ar fresco” na política internacional.

- Publicidade -

Um humanista de excelência. Um homem que toda a vida cultivou os valores da solidariedade, da liberdade e da igualdade. Um percurso internacional único e incontestável, continuando uma vida de combate por uma sociedade mais justa. A transversalidade do apoio nacional à sua candidatura confirmam que é hoje um homem consensual na sociedade portuguesa.

Os primeiros resultados das votações são extremamente positivos. Porém, instalaram nervosismo nos sectores que não desejam a vitória. Uma parte mais sectária do Partido Popular Europeu (Alemanha e o Sr. Junker à cabeça) parece interessado em mudar as regras, para permitir uma alteração na candidata apresentada pela Bulgária. Uma vergonha caso venha a ser verificado. Alterar regras a meio do jogo é a última coisa que as Nações Unidas precisa, nomeadamente depois da garantia de um processo limpo.

- Publicidade -

Aparentemente a Rússia de Putin (que muitos diriam ser a maior adversária da candidatura de Guterres) pode travar esta golpada pelo seu direito de veto. Não deixa de ser curioso, caso venha acontecer.

Os membros permanentes com direito de veto são obviamente uma das fragilidades democráticas de uma ONU construída após a vitória dos aliados na II Guerra Mundial. A verdade é que, ainda hoje, a China, os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e a Rússia possuem direito de veto sobre todas as decisões na organização, mesmo quando são tomadas pela larga maioria, como acontece nas críticas ao embargo americano a Cuba. Qualquer um dos cinco países podem vetar um candidato.

As próximas semanas serão decisivas. O mundo precisa de alguém como o Eng.º Guterres, contudo, será difícil prever os próximos capítulos. Aconteça o que acontecer, o português com mais prestígio internacional merece o nosso reconhecimento. Obrigado, Eng.º António Guterres.

Deputado na Assembleia da República e membro das Comissões de Economia, Inovação e Obras Públicas e Habitação, é também membro da Comissão de Orçamento e Finanças. Diz adorar o Ribatejo e o nosso país. Defende uma política de proximidade junto dos cidadãos. Tem 36 anos, é de Tomar e licenciou-se em Economia pelo ISEG. É membro da Assembleia Municipal de Tomar e da Assembleia da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Tem como temas de interesse a economia, a energia, os transportes, o ambiente e os fundos comunitários.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).